evden eve nakliyat evden eve nakliyat nakliyat istanbul evden eve nakliyat depolama evden eve nakliyat

evden eve nakliyat istanbul evden eve nakliyat nakliyat nakliyat firmaları nakliye depolama istanbul evden eve nakliyat evden eve nakliyat nakliyat

evden eve nakliyat istanbul evden eve nakliyat nakliyat nakliyat firmaları nakliye depolama istanbul evden eve nakliyat evden eve nakliyat nakliyat

evden eve nakliyat nakliyat istanbul evden eve nakliyat depolama nakliyat şişli evden eve nakliyat evden eve nakliyat nakliyat istanbul evden eve nakliyat

evden eve nakliyat istanbul evden eve nakliyat nakliyat nakliyat firmaları nakliye depolama istanbul evden eve nakliyat evden eve nakliyat nakliyat

evden eve nakliyat istanbul evden eve nakliyat nakliyat nakliyat firmaları nakliye depolama istanbul evden eve nakliyat evden eve nakliyat nakliyat

evden eve nakliyat istanbul evden eve nakliyat nakliyat nakliyat firmaları nakliye depolama istanbul evden eve nakliyat evden eve nakliyat nakliyat

evden eve nakliyat istanbul evden eve nakliyat nakliyat nakliyat firmaları nakliye depolama istanbul evden eve nakliyat evden eve nakliyat nakliyat

evden eve nakliyat evden eve nakliyat nakliyat istanbul evden eve nakliyat depolama evden eve nakliyat

evden eve nakliyat evden eve nakliyat nakliyat istanbul evden eve nakliyat depolama evden eve nakliyat

evden eve nakliyat evden eve nakliyat nakliyat istanbul evden eve nakliyat depolama evden eve nakliyat Coluna do DrPuppet #8: O caminho de sucesso do maior talento do Ocidente

Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Colunas
  • Coluna do DrPuppet #8: O caminho de sucesso do maior talento do Ocidente

evden eve nakliyat evden eve nakliyat nakliyat istanbul evden eve nakliyat depolama evden eve nakliyat

Coluna do DrPuppet #8: O caminho de sucesso do maior talento do Ocidente

Quem perdeu a última rodada da LCS Europe Spring 2016 não viu um dos momentos mais emocionantes da competição europeia e do cenário competitivo de League of Legends.

Em entrevista concedida durante a transmissão da LCS, o AD Carry do H2k-Gaming, FORG1VEN, anunciou que havia recebido uma carta do governo da Grécia, o convocando para o serviço miltar do País, que é obrigatório. Ele precisava se apresentar em março e, na Grécia, a duração do serviço é de nove meses.

Forg1ven estava abalado, com medo de que lhe fosse tirada a oportunidade de continuar atuando pelo H2k, de seguir competindo na principal liga do continente e de não poder disputar, mais uma vez, o Campeonato Mundial da modalidade. Essa seria a terceira vez que o AD Carry desfalcaria um time durante a Fase Eliminatória da LCS. Os dois jogos da 7ª Semana podem ter sido os últimos do cyber-atleta neste ano.

O atirador grego entrou na LCS junto com o Copenhagen Wolves no 1º Split de 2014, como substituto do sueco Rekkles, que vinha competindo com o time emprestado pelo fnatic até que completasse a idade mínima para disputar a liga profissional europeia.

Junto com o Jungler alemão Amazing, Forg1ven se destacou individualmente pelo CW, cada um chamando atenção desde cedo pela mecânica. Nessa época, começou o mito de Forg1ven ser o melhor AD Carry do Oeste.

O atirador tinha uma clara preferência pelos campeões Graves e Lucian, mesmo quando tinha a oportunidade de utilizar outros. Nessa época, Forg1ven já se destacava não por ser apenas mecanicamente forte, mas também por conta de uma impressionante precisão, algo jamais visto antes. Dava para sentir o atirador "prevendo o futuro", reagindo como máquina. Um dos motivos pelo qual o grego gostava bastante de Graves e Lucian é a sua habilidade de abusar das fortes mecânicas desses campeões.

Forg1ven controlava tão bem ambos que conhecia, quase que perfeitamente, os limites deles. Aquela line-up do Copenhagen Wolves ganhava as partidas no momento que Amazing tinha nas mãos o Lee Sin e o atirador, os recursos necessários para carregar o jogo.

Infelizmente, o grego foi banido temporariamente do competitivo por mau comportamento nas filas ranqueadas e, por conta disso, nunca descobrimos o poder desse time nos Playoffs. Forg1ven deixou o CW logo depois e deu uma pausa na carreira.

forg1ven-h2k-lcs-europe-spring-2016-semana7-riot-games
Convocado pelo Exército da Grécia, Forg1ven pode ter de deixar LCS (Foto: Riot Games)

O cyber-atleta voltou a competir na LCS Europe Spring 2015 pelo SK Gaming, mais forte do que nunca. Foi o Split dele. A equipe fez ótima campanha no torneio, terminando o 1º turno com sete vitórias e nenhuma derrota. O SK entrou na Fase Eliminatória como um dos favoritos a chegar à Grande Final, mas o time acabou sendo derrotado pelo Unicorns of Love nas Semifinais. De todo o jeito, por trás do sucesso, tinha um jogador se destacando. Ele era Forg1ven.

No geral, o SK tinha uma line-up muito forte, mas grande parte do sucesso da equipe devia-se às estratégias que possuíam - com o time realizando rotações e invertendo as rotas, destinando o máximo de recursos ao atirador grego. Desse jeito, Forg1ven foi capaz de carregar o time vitória a vitória.

Depois da disputa da Final Mundial da 9ª temporada da Intel Extreme Masters (IEM), o SK teve um returno um pouco mais difícil, com os adversários tendo noção de seus problemas em lidar com os banimentos destinados ao AD Carry.

No 2º Split, Forg1ven decidiu tentar a sorte atuando pelo Gambit Gaming. Não foi apenas uma mudança de equipe, mas também de estilo de jogo, já que, pelo Gambit, ele começou a ser um "team player".

Um dos motivos para que o atirador jogasse de forma mais egoísta pelo SK era que ele queria estar na posição de carregar os companheiros, já que tinha consciência de ser melhor mecanicamente do que os outros. Só que, no Gambit, o treinador Shaunz conseguiu realizar um milagre ao ensinar Forg1ven a ser um jogador voltado ao time, algo que várias pessoas que trabalharam com ele antes achavam impossível de fazer.

O Gambit prometia ser um grande time, que tinha tudo retornar ao sucesso da antiga line-up. Porém, uma vasta lista de problemas atrapalhou e desmotivou o time. A equipe não treinou por um bom tempo por conta de problemas na gaming house e não conseguiu se classificar para a Fase Eliminatória, fazendo com que, novamente, a chance de Forg1ven disputar o Mundial fosse por água abaixo.

Se isso não fosse trágico o suficiente, a posição na qual o Gambit terminou na Fase de Classificação fez com que o time tivesse que disputar a Série de Promoção para o 1º Split de 2016, mas sem a presença de Forg1ven já que, mais uma vez, o jogador foi banido temporariamente por mau comportamento na Solo queue.

Mas isso não foi de todo ruim. Após deixar o Gambit, Forg1ven entrou para uma equipe realizar o sonho de vários fãs de League of Legends. Ele acertou com o "Dream Team" do H2k. No momento em que a orgnanização anunciou a line-up para 2016, fãs e analistas estavam muito ansiosos para ver o time jogar.

No papel, tratava-se de uma super line-up, que prometia muito sucesso. Com ótimos jogadores individuais em todas as rotas e sinergia em estilo de jogo, o H2k tinha tudo para ser um time dos sonhos em 2016.

Após mostrar bem cedo o potencial do time, durante a Intel Extreme Masters Cologne 2015, onde foram derrotados pelo ESC Ever, da Coreia do Sul, o H2k deu um gostinho do que poderia render na LCS. Atualmente dividindo a liderança da LCS Europe Spring 2016, a equipe e Forg1ven provaram a todos do que são capazes.

Mostrando habilidades mecânica e teórica do jogo, o atirador mostrou que não é só bom com Lucian, mas que também é capaz de jogar com um Corki muito forte na LCS - campeão que destacou a mecânica precisa dele. Apesar das dificuldades com a renovação do visto do Mid Laner sul-corenao Ryu, o time foi capaz de ganhar 11 dos 14 jogos.

Só que a era do H2k com Forg1ven pode ter chegado ao fim. Depois da vitória do time sobre o fnatic, o atirador anunciou que terá que servir ao Exército grego.

Olhando para trás, Forg1ven sempre foi um cyber-atleta que teve dificuldades em lidar com parceiros de equipe. Um jogador conhecido pelo mau comportamento na Solo queue e com os próprios companheiros de time. Foi um player incrível que sempre surpreendeu com sua mecânica e um mindset de nunca desistir e sempre continuar se aprimorando de Split para Split, apesar de tudo o que aconteceu. A carreira do "provável maior talento produzido no Ocidente" (Duncan "Thorin" Shields) pode ter chegado ao fim antes de ele ter tido a chance de ganhar um título.

-

* Alexandre "DrPuppet" Weber é analista e auxiliar técnico da equipe de League of Legends Last Kings, do Chile. Ele é nascido no Brasil, mas mora na Alemanha desde os 9 anos. Treinou o Kaos Latin Gamers (KLG) e levou a equipe à decisão do International Wildcard nesta temporada. É colunista do MyCNB desde novembro de 2015. Escreve sobre League of Legends europeu e latino-americano nos dias 15 e 30 de todo mês.
Twitter | Facebook | Youtube


Veja também:


Tags: coluna do drpuppet, colunista15