Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Colunas
  • Coluna do Djokovic #10: Análise das notas de atualização do patch 6.7

Coluna do Djokovic #10: Análise das notas de atualização do patch 6.7

Logo após as finais do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL), o patch 6.7 chega como atualização para as disputas das competições de meio de temporada. Diversos nerfs que podem mudar o rumo do meta competitivo estão presentes, alterando a maneira como os times olham para suas seleções de campeões. Simbora para a análise!

Aurelion Sol
 Q - Oscilação Estelar
DURAÇÃO DO ATORDOAMENTO 1/1,25/1,5/1,75/2 segundos ⇒1,1/1,2/1,3/1,4/1,5 segundos

 R - Voz da Luz
LENTIDÃO SLOW 60/70/80% ⇒ 40/50/60%
DURAÇÃO4 segundos ⇒ 2 segundos
REMOVIDO FICA UM POUCO MAIS Deixa de enfraquecer ao longo do tempo de duração

Dificilmente um campeão recebe um nerf logo após ser lançado. No caso de Aurelion, seu kit possibilitava as três posições, em ordem de facilidade (da maior pra menor): jungle, support e mid. Assim que colocava cinco pontos em seu "Q" e possuía seu ultimate, era praticamente impossível para campeões pouco móveis alcançarem o dragão, especialmente quando completava um Rylai. As modificações incentivam os jogadores a priorizarem o "W", baseando o gameplay em mais dano e menos controle de grupo constante. Deve aparecer, aos poucos, competitivamente.

aurelion-sol-coluna-divulgacaoAurelion Sol mal chegou e já foi nerfado, mas tem chances de aparecer no competitivo (Foto: Divulgação)

Corki
Passiva - Munição Hextec
MULTIPLICADOR EM ATAQUES BÁSICOS 1,1 de Dano de Ataque total ⇒ 1,0 de Dano de Ataque total

Mais um patch, mais um nerf no Corki. Campeão pick ou ban na maioria das regiões, escolha da mid lane quando se precisa de dano sem necessidade de controle de grupo. O multiplicador extra dos ataques básicos fazia com que o efeito bola de neve do Corki se tornasse extremo, tornando o counterplay muito mais difícil. Agora, ele está mais em linha com outros campeões. Mas continuará sendo amplamente usado competitivamente.

Irelia
 Q - Surto da Lâmina
CUSTO 60/65/70/75/80 de Mana ⇒ 50/55/60/65/70 de Mana
MULTIPLICADOR 1,0 de Dano de Ataque total ⇒ 1,2 de Dano de Ataque total

Morello, please!

Irelia é um pick bem popular na China até os dias atuais, mais na top lane e um pouco na mid lane. Os buffs facilitam sua lane phase e recompensam seu mid e late game, mas ainda é pouco para habilitá-la competitivamente.

Jhin
Geral
ESSA CIDADE É UM OVO Corrigido um bug que deixava Procurado: Jhin enorme

Q - Granada Dançante
DANO 60/85/110/135/160 ⇒ 50/75/100/125/150
CUSTO 30/35/40/45/50 de Mana ⇒ 40/45/50/55/60 de Mana

E - Audiência Cativa
CUSTO 40/45/50/55/60 de Mana ⇒ 30/35/40/45/50 de Mana

Considerado um campeão fraco a princípio, desde seu debut na Coreia do Sul pela KOO Tigers e nas IEM's pela fnatic, Jhin vem dominando partidas com muita facilidade. No pior cenário possível, ele tem dificuldade contra campeões que "grudam e não largam", como Maokai e Malphite. No entanto, caso estejam ausentes, Jhin reina supremo, causando dano extremo à distância e ainda tem uma boa laning phase. Quanto mais os jogadores casuais e profissionais testavam e melhoravam individualmente, mais se percebiam as forças e combos possíveis. Mesmo com a ascensão de Sivir, muitos times escolherão Jhin para composições de longo alcance.

Kindred
 W - Frenesi do Lobo
CURA PASSIVA 43 a 94 (nos níveis 1 a 18) ⇒ 34 a 102 (nos níveis 1 a 18)

R - Refúgio da Ovelha
PARADIGMA DE CONJURAÇÃO Agora é auto-conjurada diretamente em Kindred (não pode mais ser conjurada em aliados)

Nerfs justificados no early game e na utilidade desse, que pode ser considerado o melhor caçador competitivo do jogo. Nenhum outro campeão da selva possuía tanto dano e mobilidade do level 3 em diante, com uma presença sólida em lutas em equipe, utilidade e dano em tanques. Mesmo assim, os nerfs não retiram a força e solidez do kit, fazendo com que o campeão continue reinando na selva.

kindred-lol-coluna-divulgacaoOs Kindred foram nerfados, porém continuarão reinando na selva (Foto: Divulgação)

Lissandra
Esse é um tributo à beleza e ao atrevimento.
BATE-CABELO A trança de Lissandra agora tem um movimento mais realista na base e em todas as skins!

ERA PRO REWORK DO TARIC!
Oh rito!

Lux
 W - Barreira Prismática
RETROCESSO Barreira Prismática está um pouco mais lenta no lançamento, porém muito mais rápida no retorno (mais rápida do que na atualização 6.6)

Lux aparece moderadamente no competitivo, mesmo com a mudança realizada em seu escudo em atualizações anteriores. A campeã é extremamente segura em sua função, mas desenvolveu uma dificuldade ligeiramente pior de se defender sozinha com a barreira, já que o projétil ficou bem mais lento. Voltando mais rápido até Lux, a segunda porção da habilidade prontamente protegerá a campeã, evitando o burst de assassinos ou campeões com muito dano single target, ainda viabilizando Lux competitivamente.

Nidalee
 W - Investida
DANO 65/110/155/200 ⇒ 60/110/160/210

Esse é o tipo de buff tímido, que parece pequeno, mas é extremamente impactante. Nidalee geralmente prioriza as suas skills na seguinte ordem: Q>E>W (R Quando disponível) .Isso significa que o W ficará no level 1 por grande parte da partida. Isso afeta a força da skill em 5 de dano cada vez que Nidalee "pular" nos campos, reduzindo sua eficiência geral (especialmente nos seis primeiros leveis). Mesmo assim, Nidalee e Kindred ocupam uma posição extremamente predominante nos drafts de campeonato, sendo first picks constantes e com poucos counters (tirando um ao outro, o que justifica plenamente o nerf, mas não retira a predominância das escolhas).

Poppy
 Passiva - Embaixadora de Ferro
ALCANCE 525 ⇒ 425
REMOVIDO PROTEGIDO: DEIXA DE ZERAR O ATAQUE BÁSICO DE POPPY

Q - Choque do Martelo
DANO 40/65/90/115/140 + 6% da Vida máxima do alvo ⇒35/55/75/95/115 + 7% da Vida máxima do alvo

E - Investida Heroica
ALCANCE 525 ⇒ 425

Os nerfs mais pesados dessa atualização estão em Poppy. Outra campeã disputada nos campeonatos entre os times, sua utilidade e dominância na maior parte dos matchups da top lane justificam o balanceamento. Poppy possuía em seu "E", e na passiva, o alcance da maior parte dos campeões de ataque a distância, fazendo com que fosse impossível bater em Poppy sem rapidamente ser acertado por um "E" ou flash + "E". Após esse atordoamento inicial, uma série de controles de grupo alternados entre lentidão e knockups tornavam impossível escapar da campeã. As mudanças no "Q" são benéficas, no entanto, causar mais dano em campeões é benéfico mesmo com um dano reduzido nas tropas e monstros. Poppy continuará aparecendo, mas perderá um pouco de prioridade devido a gravidade dos ajustes.

Rammus
 R - Tremores
TEMPO DE RECARGA 60 segundos ⇒ 100/80/60 segundos

Nerf justificado em um campeão irritante, especialmente nas filas ranqueadas. Um número grande de campeões (principalmente atiradores) tem dificuldade de lidar com o tatu, como Lucian e Ezreal, precisando de um ou dois itens para finalmente causar um pouco de dano no tanque. A falta de counterplay apropriado, somada a grande predominância na maior parte dos matchups e capacidade de push pós teamfights colocam o nerf como necessário, mas não suficiente para inviabilizar Rammus.

Soraka
 Q - Chamado Estelar
CUSTO 40 de Mana em todos os níveis ⇒ 40/45/50/55/60 de Mana

W - Infusão Astral
CUSTO 40/45/50/55/60 de Mana ⇒ 50/55/60/65/70 de Mana

Pessoalmente, considero Soraka um "Hidden OP", ou seja, um campeão que está bem acima da média, mas ainda não é usado amplamente. Ela é basicamente um carry dos suportes. Se deixada sozinha nas lutas, suas curas pesadas e constantes viram a maré de lutas em dois tempos, tornando difícil derrubar tanques e lutadores, além de salvar carregadores do meio e atiradores que estejam em perigo imediato. São nerfs pequenos que provavelmente não retiram essa possibilidade forte de jogo no competitivo.

soraka-coluna-divulgacaoCom alto poder de cura, Soraka foi nerfada, mas é possibilidade no competitivo (Foto: Divulgação)

Udyr
Geral
REGENERAÇÃO DE VIDA BASE 8,7 ⇒ 6

R - Postura da Fênix
DANO POR SEGUNDO 15/25/35/45/55 ⇒ 10/20/30/40/50
DANO AO ACIONAR 40/75/110/145/180 ⇒ 25/60/95/130/165

Um nerf bem injusto, na minha opinião. O que faz de Udyr uma escolha tão dominante atualmente não é o campeão em si, mas sua itemização forte e barata (Ecos Rúnicos, Manopla dos Glacinatas e Capa de Fogo Solar). Dessa forma, até serem ajustados os itens, considero overnerf mexer em um campeão que está forte justamente por causa deles.Tem aparecido menos competitivamente e a tendência, desde o nerf no Portal de ZZ"rot, é que isso aconteça cada vez menos.

Zed
 W - Sombra Viva
TEMPO DE RECARGA 18/17/16/15/14 segundos ⇒ 22/20/18/16/14 segundos
DANO DE ATAQUE ADICIONAL DA PASSIVA 5/10/15/20/25% ⇒ 4/8/12/16/20%

Considerado um dos campeões mais dominantes de qualquer lane, figurinha carimbada nos  bans do CBLOL, Zed estava forte demais. Praticamente sem matchups ruins, sem ninguém que o parasse sozinho, itemização favorável (olá hexdrinker!), escalando bem pro mid game e com alta capacidade de outplay, o campeão estava em uma situação única nas últimas atualizações. As duas mudanças reduzem sua segurança na lane e atrasam seu escalonamento, dificultando e atrasando o campeão a chegar no ponto "imparável". Isso torna o pick mais arriscado e, consequentemente, mais situacional competitivamente.

Menção Honrosa:

Tempos de morte
POSSO VIVER? Os tempos de morte foram rebalanceados para punir menos entre os 30 e 55 minutos (os tempos fora desse intervalo permanecem inalterados).

A janela de 30 a 55 minutos realmente estava estranha. Na maior parte dos jogos competitivos de alto nível, uma única fight desvantajosa ou pickoff pós 30 minutos significava o fim da partida, menosprezando o valor de dragons, barons e até mesmo vantagem bruta de ouro! É parte do competitivo punir os adversários por erros, mas a situação estava extrema. Death timers mais suaves significam automaticamente jogos mais longos, melhor scaling de campeões, maior ênfase no late game e split push (já que morrer no split é "menos danoso e arriscado"), abrindo o jogo estrategicamente e sendo algo mais interessante para todos os níveis competitivos em geral.

É isso aí pessoal! Deixem comentários e críticas logo abaixo!

Bônus: Recomendo a série "Lúcifer", baseada nas HQs de Neil Gaiman. Tom Ellis faz excelente papel do diabo em pessoa na terra, com bom humor e misto interessante de ação,drama e humor inteligente.  

-

* Thiago "Djokovic" Maia é treinador de League of Legends do CNB e-Sports Club e reconhecido como um dos maiores especialistas do game no Brasil. Foi cyber-atleta de 2012 a 2015, tendo passado por equipes como AceZone, RMA, Team United e INTZ.
Twitter | Facebook | Youtube
 


Veja também:


Tags: colunista15, coluna do djokovic