Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Colunas
  • Coluna do Djokovic #11: Análise das notas de atualização do patch 6.8

Coluna do Djokovic #11: Análise das notas de atualização do patch 6.8

O fim da era dos tanques do top está próximo! Nerfs diretos e em itens mudam toda a dinâmica de escolhas para os campeonatos de meio de temporada. Simbora conferir as alterações!

Taric

A atualização de Taric já foi habilitada! O campeão possui um kit com tudo: controle de grupo, é tanque, possui dano e ainda por cima uma ultimate totalmente absurda. Com certeza será muito utilizado competitivamente, já que não parece ter nenhum downside considerável e inúmeras vantagens em composições de teamfight e siege.

Ekko
 W - Convergência Paralela
DANO DA PASSIVA AO CONTATO 5% da Vida perdida do alvo ⇒ 3% da Vida perdida do alvo
MULTIPLICADOR DA PASSIVA AO CONTATO 1% por cada 50 de poder de habilidade ⇒ 1% por cada 33 de poder de habilidade
NOVOGOSTO DE BATER EM VOCÊ Agora causa um dano mínimo de 15 em tropas e monstros

 E - Mergulho Fásico
DANO BASE 50/80/110/140/170 ⇒ 40/65/90/115/140
MULTIPLICADOR 0,2 de poder de habilidade ⇒ 0,4 de poder de habilidade

Um dos casos mais bizarros e surpreendentes do competitivo aconteceu com Ekko, em sua build tanque (Manopla dos Glacinatas + Capa de Fogo Solar). Ele passou de pick situacional para campeão mais forte do patch na top lane, sendo first pick absoluto na primeira partida entre INTZ e Keyd pela final do 1º Split do CBLoL. Os nerfs diretos são medianos, mas o que realmente afeta o campeão são os Aperto dos Mortos Vivos e na própria Manopla. Ekko deve se tornar um pick situacional nos próximos campeonatos.

Galio
 E - Rajada Íntegra
CUSTO 70/75/80/85/90 de Mana ⇒ 60/65/70/75/80 de Mana
VELOCIDADE DE MOVIMENTO 20/28/36/44/52% ⇒ 30/35/40/45/50%

Mudanças razoáveis, mas que não aproxima Galio do competitivo. Seu uso ainda é extremamente situacional e “unrealiable”, podendo mudar com as modificações nos itens dos magos programadas para a próxima atualização.

galio-coluna-divulgacaoGalio tem chances de ser pickado no cenário competitivo (Foto: Divulgação)

Graves
 Passiva - Nova Destino
MULTIPLICADOR NO PRIMEIRO GOLPE 0,75 a 1,1 de dano total de ataque (dos níveis 1 ao 18) ⇒ 0,7 a 1,0 de dano total de ataque (dos níveis 1 a 18)
BALAS EM CRÍTICO 8 ⇒ 6
NOVORACIOCÍNIO CRÍTICO Cada bala crítica causa 140% de dano (Gume do Infinito aumenta esse valor para 160%)

Mudanças interessantes num dos picks mais problemáticos da selva e top atualmente. Aparecendo muito na América do Norte e China, Graves rapidamente se tornou uma das escolhas mais contestadas do meta, principalmente com sua build meio tanque meio AD (itens como Sterrak, Hexdrinker, Mandíbula...).

O grande problema do campeão era que, mesmo dotado de um início de jogo bom, rapidamente ele chegava ao mid game com força suficiente para decidir lutas praticamente sozinho, pulando nas linhas de frente e atraindo os inimigos, ficando vivo e causando muito dano. Para piorar, ele poderia investir em dano crítico caso estivesse muito na frente dos adversários, se tornando um carry com burst e sustained damage. As mudanças provavelmente mudarão a build feita pela maioria dos jogadores que utiliza Graves, investindo possivelmente na Dançarina Fanstama e crítico cedo. O campeão perde um pouco de força, mas deve se adaptar a nova condição e continuar sendo jogado.

Kog'Maw
 Q - Cusparada Cáustica
DESTRUIÇÃO DE ARMADURA/RM 12/16/20/24/28% ⇒ 20/22/24/26/28%

 W - Barragem Bio-Arcana
DANO BASE AO CONTATO 10/15/20/25/30 ⇒ 4/8/12/16/20

Desde que foi afastado do competitivo devido a nerfs, Kog não voltou a aparecer principalmente por suas fraquezas na fase de rotas. Mesmo sendo monstruoso no late game, os nerfs em Lulu em atualizações passadas afastaram ainda mais a possibilidade do campeão aparecer. As modificações realizadas neste patch não mudam muita coisa.

Master Yi

O tempo de recarga do R foi aumentado, a duração foi reduzida, e o tempo para reiniciar a duração foi aumentado.

Embora a maior parte da força de Master Yi venha da sua sinergia com dois itens poderosos (Lâmina da Fúria de Guinsoo + Devorador Saciado), a falta de tempo de recarga sempre foi uma frustração. Estamos ajustando o intervalo em que Yeezy pode investir com força total para que ele seja recompensado por usar Highlander no momento certo, em vez de "seja lá quando for".

 R - Highlander
TEMPO DE RECARGA75 segundos ⇒ 85 segundos
DURAÇÃO10 segundos ⇒ 7 segundos
EXTENSÃO EM MORTE OU ASSISTÊNCIA4 segundos ⇒ 7 segundos

Pouquíssimo usado nas competições, Yi vem sendo enfraquecido patch após patch. Com a possível remoção do encantamento do Devorador nas próximas atualizações, o campeão deve continuar longe das principais competições e campeonatos profissionais.

Miss Fortune
 W - Desfilando
DURAÇÃO DA VELOCIDADE DE ATAQUE 3 segundos ⇒ 4 segundos
TEMPO DE RECARGA 8 segundos ⇒ 12 segundos
REMOVIDO BATIMENTOS O uso de Batida do Amor deixa de aumentar a duração

NOVO NA PASSARELA Agora o Tempo de Recarga se inicia na conjuração e não quando o efeito expira.

NOVO SACANDO AS ARMAS Enquanto Desfilando estiver em tempo de recarga, o uso da Batida do Amor reduz o Tempo de Recarga restante em 2 segundos (diminui com a redução do tempo de recarga)

O meta atual, sinceramente, deveria ser interessante para Miss Fortune. Os itens e campeões têm boa sinergia com a atiradora, que apesar de ter dominado os adversários, foi bastante nerfada em patches passados. As mudanças garantem uma capacidade de duelo e movimentação maiores para a campeã, mas ainda são pequenas demais para realmente tornarem sua escolha válida perante a concorrência de Lucian, Sivir e Jhin.

miss-fortune-divulgacaoCom nova atualização, Miss ainda não é tão viável para as partidas competitivas (Foto: Divulgação)

Olaf
 W - Golpes Nefastos
ROUBO DE VIDA 9/12/15/18/21% ⇒ 14/16/18/20/22%

R - Ragnarok
ARMADURA/RM DA PASSIVA 10/20/30 ⇒ 20/30/40

Olaf é um campeão muito complicado de balancear. O kit do campeão, por possuir imunidade a controles de grupo e dano real no “E”, acaba por cair no dilema do OP ou UP (overpowered ou underpowered). Nesse caso, os buffs são consideráveis. Geralmente Olaf passa grande parte da partida com apenas um level no seu “W”, que teve o roubo de vida aumentado significamente nos primeiros leveis. Além disso, os status passivos de Ragnarok possibilitam um jogo melhor em geral para o campeão, que pode retornar após os nerfs nos itens e talentos da top lane usados atualmente.

Rumble
Geral
RUMBLE DE FÉRIAS Agora há uma página de itens recomendados para a Selva

Q - Cospe-Fogo
DANO ÀS TROPAS 50% ⇒ 100%

R - O Equalizador
TEMPO DE RECARGA 120/110/100 segundos ⇒ 110/100/90 segundos

Recentemente, Rumble teve destaque na selva. Devido a força do encantamento dos Ecos Rúnicos, sua escolha se tornou viável e competitiva. No entanto, após o justo nerf nesse item, Rumble novamente desapareceu dos jogos, sendo considerado uma alternativa fraca no meta atual.

Parte disso provavelmente se resolveu, principalmente na top lane, com os buffs recebidos. Ele tem mais capacidade de participar de lutas com seu ultimate e maior capacidade de puxar a rota com seu Q. Porém, o que mais pode viabilizar o campeão são os nerfs, tanto na Poção Corrupta quanto no talento chave Aperto dos Mortos Vivos, escolhas comuns dos fortes top laners das últimas atualizações (digam oi para Poppy, Ekko, Maokai, Gragas...) e que não eram utilizadas por Rumble. A top lane volta a se aproximar do seu estado tradicional, tornando a aparição do campeão uma questão de tempo.

É isso aí. Críticas e sugestões são bem vindas!

Até a próxima.

EXTRA: Recomendo o encadernado “Homem Aranha: Azul”, da Panini. Excelente história do amigo da vizinhança, muito bem roteirizada e ilustrada, trazendo um lado mais emotivo e reflexivo do personagem. 

-

* Thiago "Djokovic" Maia é treinador de League of Legends do CNB e-Sports Club e reconhecido como um dos maiores especialistas do game no Brasil. Foi cyber-atleta de 2012 a 2015, tendo passado por equipes como AceZone, RMA, Team United e INTZ.
Twitter | Facebook | Youtube
 


Veja também:


Tags: colunista15, coluna do djokovic