Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Colunas
  • Coluna do Rafael Pereira #11: o que é um cyber-atleta de alto rendimento?

Coluna do Rafael Pereira #11: o que é um cyber-atleta de alto rendimento?

O conceito que podemos dar ao alto rendimento é a característica de estar sempre superando, tanto a si mesmo, quanto aos outros (cyber)atletas, buscar sempre a melhor performance, seu recorde e, claro, a vitória. Para isso é necessário disciplina para saber equilibrar entre os treinos puxados e os descansos suficientes para se recuperar.

Ser um cyber-atleta de alto rendimento é mais do que somente treinar muito, pois o treino é somente uma das partes necessárias para a evolução pessoal. É preciso saber o que melhorar, o que treinar, ter a capacidade de se auto-avaliar, saber cuidar do seu corpo e de sua mente, de regular seu sono, sua alimentação, saber se focar totalmente nos momentos de treino, e também de relaxar totalmente nos momentos de descanso para que seu corpo consiga se recuperar e assim ter o máximo de aproveitamento e aprendizado.

Talvez essa seja uma das maiores dificuldades no Brasil, e um dos empecilhos que aparecem quando se é tentado estabilizar o eSport para obter o reconhecimento e criação de federações e/ou confederações: ter jogadores de alto rendimento. Como será possível, convencer um grupo responsável por reconhecer o e-sport como algo sério, como algo profissional, se os próprios participantes, ainda não entenderam o que é realmente ser PROFISSIONAL, ou no caso do eSport (e esporte) ser de alto rendimento.

A disciplina necessária para acordar cedo, cuidar de si, treinar duro, cuidar da alimentação, avaliar seu treinamento e ainda dormir no horário certo não é para todos. É para somente aqueles que realmente levam a sério seus trabalhos, que buscam a superação a cada dia de si mesmos e tentam ser os melhores.

Como no Brasil, o League of Legends é o jogo mais difundido, consequentemente também é o que mais tem tido reconhecimento, visibilidade e, claro, investimento. Com a vinda das gaming houses para o Brasil, será possível ver os primeiros times tentando manter jogadores de alto rendimento, e dependerá destes, para difundir cada vez mais e a partir de sua seriedade e dedicação dar força para o reconhecimento do e-sport em nosso país!

Abraços! 

-

* Rafael Pereira é graduando de Psicologia na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e criador de projeto de intervenções e pesquisa voltados para os esportes eletrônicos. É consultor em psicologia da equipe de League of Legends do CNB e-Sports Club. É colunista do MyCNB desde novembro de 2015. Escreve sobre psicologia nos dias 5 e 20 de todo mês.
Twitter | Facebook


Veja também:


Tags: coluna do rafael pereira, colunista15