Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Colunas
  • Coluna do DrPuppet #22: Análise dos grupos C e D do Mundial de LoL

Coluna do DrPuppet #22: Análise dos grupos C e D do Mundial de LoL

Na minha última coluna, analisei os grupos A e B e, com o Campeonato Mundial de League of Legends começando, vamos dar uma olhada nos grupos C e D. Lembrando que escrevi este texto antes de o World Championship começar.  

O Grupo C é um dos mais claros deste Mundial e conta com um dos times favoritos ao título, Edward Gaming, da China. H2k-Gaming, da LCS Europe, ahq e-Sports Club, da LMS, e a INTZ, do Brasil, um dos representantes do Wildcard, completam o grupo.

A Edward Gaming é o time que conquistou a liga chinesa. O time é considerado, junto com a ROX Tigers, candidato a conquistar o Mundial. A EDG tem o melhor Jungler do mundo atualmente, ClearLove, e a melhor bot lane do LoL atual, com Deft e Meiko.

Em vez do estilo chinês esperado, a EDG joga um early game agressivo, com mid e late games cheios de rotações. Por causa do early game, a equipe dominou o 2º Split na China. Enquanto isso, na Europa, a H2k teve uma performance menos espetacular. Depois da mudança no patch 6.15, a H2k apresentou atuações instáveis durante o Split, tendo jogos muito bons, e outros muito ruins. O time enfrentou problema de adaptação de draft durante os Playoffs, que resultou em derrota nas Semifinais. De todo jeito, é um time que tem que se considerar que passará dos grupos. A ahq é um time que eu imagino que pode se dar bem nesse grupo por ser caótico e jogar em torno de pickoffs. O macro deles não chega a ser muito forte.

Apesar de todas as possibilidades de zebras neste grupo, o mais provável é que a Edward Gaming e a H2k passem para as Quartas de Final. A equipe chinesa teve um split bem limpo e decidiram várias partidas na marca de 15 minutos do jogo por causa do ClearLove, que conseguia dominar o adversário desde o início da partida. Sem contestações, a EDG é o time mais forte desse grupo.

Como segundo, imagino que a H2k passará para o mata-mata. É uma equipe forte e com um elenco individual bom. Mesmo com essas inconsistências, tem boas chances contra os adversários da chave. O estilo de split push misturado com siege em mãos de jogadores perigosos como Ryu e FORG1VEN podem fazer a diferença no palco do Mundial.

O Grupo D é um dos grupos mais contestados deste Mundial. Vários analistas e outros profissionais escolheram este como o "Grupo da Morte".

O grupo é formado pelas equipes Team Solomid (TSM), da LCS North America, Splyce, da LCS Europe, Royal Never Give UP (RNG), da LPL, e a Samsung Galaxy, da LCK.

Esse grupo está cheio de talentos e um macro game de um nível incrível. Tem um elenco individual incrível na mid lane e matchups interessantes na bot lane.

Teremos a batalha entre Bjergsen e Crown (ex KaBuM.Black). Além de o Biofrost ter que se provar contra uma das melhores bot lanes do mundo da equipe chinesa RNG, formada por Mata e Uzi.

Apesar das grandes histórias, este grupo tem muito o que oferecer, por conta dos times vindo de boas fases nacionais. Principalmente a TSM, que teve um Split quase invicto na última edição da LCS norte-americana. Só que, apesar da boa atuação e o hype, analistas e profissionais na área estão ainda bem indecisos sobre como a TSM atuará no campeonato.

Ainda tem o fato de a Samsung Galaxy ter um roster com grande potencial que chegou a se destacar na Final Regional da Coreia do Sul. Mas ninguém sabe onde ranquear o Support CoreJJ, que atuava antes como ADC da Team Dignitas. Ele teve jogos fracos durante o Split, mas uma performance sensacional nas últimas séries, sendo um fator decisivo nas partidas.

Falando em Supports, o Mata atuou melhor neste ano e chegou um pouco mais perto do nível que o jogador estava em 2014 na Samsung White. De todo jeito, a RNG não superou as expectativas e não conseguiu tirar um jogo da Edward Gaming na final da LPL. A RNG, apesar do bom início de Split, não conseguiu terminar da mesma forma.

A Splyce traz um potencial de upset. Com todas as dificuldades no Split, o time aprendeu e se especializou na parte macro do jogo, e isso pode deixar os jogos bem interessantes. Ou seja, é difícil prever realmente o que acontecerá nesta chave. Mas eu acho que esse grupo está bom para a Samsung, por terem jogado de forma limpa em termos estratégicos e em tomadas de decisões. Crown e Cuvee podem fazer muita diferença.

Junto com a Samsung, acho que a RNG irá passar de fase. Imagino que a equipe chinesa irá jogar na forma esperada dela e a bot lane fará a diferança.   

-

* Alexandre "DrPuppet" Weber é analista e auxiliar técnico. Ele é nascido no Brasil, mas mora na Alemanha desde os 9 anos. Treinou o Kaos Latin Gamers (KLG) e levou a equipe à decisão do International Wildcard na temporada passada. É colunista do MyCNB desde novembro de 2015. Escreve sobre League of Legends europeu e latino-americano nos dias 15 e 30 de todo mês.
Twitter | Facebook | Youtube


Veja também:


Tags: coluna do drpuppet, colunista15