Siga o MyCNB  

CNB supera paiN e se classifica para final

No tradicional clássico do League of Legends nacional, o CNB e-Sports Club superou as desconfianças e, com uma incrível virada, bateu o paiN Gaming por 2 a 1 na Semifinal da Regional Brasileira. O time liderado por Murilo "Takeshi" Alves disputará a Grande Final no próximo sábado, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.

Foi a vitória da superação. O CNB não disputava uma final de campeonato presencial desde a BGL Arena #2, no ano passado. O time bateu na trave nos últimos campeonatos que disputou: BGL Arena #3, X5 Mega Arena e Liga Brasileira.

Por isso, os jogadores chegaram à Regional Brasileira, a competição mais importante do ano, com o objetivo de dar a volta por cima. E conseguiram. Cerca de 3 mil pessoas lotaram o Espaço das Américas, em São Paulo, para acompanhar o confronto, neste domingo, e tiveram como recompensa três jogos sensacionais.

No último duelo entre os semifinalistas, realizado na Semifinal da Liga Brasileira - Série dos Campeões, em Fortaleza, o paiN levou a melhor e venceu o CNB por 2 a 0. Portanto, era favorito neste novo confronto.

Veja em imagens como foi a vitória do CNB sobre o paiN Gaming. Clique aqui.

CNB e-Sports Club é o primeiro time classificado para a Grande Final da Regional Brasileira

Na primeira partida, o CNB começou no ataque. Logo no início, aos 3 minutos, a equipe fez o primeiro dragão e saiu na vantagem, mas, ao tentar um dive na bot lane, acabou se dando mal, conseguindo apenas uma kill e perdendo dois jogadores em um double kill do Thúlio “sirT” Carlos.

A partir daí, o paiN imprimiu um ritmo de jogo alucinante até o fim do jogo. Com excelentes rotações, Gabriel "Kami" Santos e companhia iam destruindo as torres uma a uma. Na desvantagem em ouro, o CNB até tentou defender as investidas adversárias, mas acabou derrotado.

Em busca da virada, o CNB ditou o ritmo do segundo jogo. Aos 17 minutos, o time liderado por Takeshi venceu uma teamfight próxima ao dragão e construiu a vantagem. Minutos depois, em um base rush, o CNB se deu melhor, levou o inibidor do bot e uma torre do Nexus. O público presente no evento foi ao delírio.

Quando a partida pegava fogo, um problema na rede interrompeu o confronto por cerca de 40 minutos. Depois do pause, o CNB continuou melhor e empatou a série, com direito a roubo de barão do Jungler Gabriel "Revolta"  Henud.

Jogadores do CNB comemoram muito a vitória e foram aplaudidos pelo público no Espaço das Américas

A terceira partida foi digna de um grande clássico nacional. Diferentemente dos jogos anteriores, ambos os times se estudaram bastante antes de realizar qualquer ação contra o adversário. Embalado pela vitória, o CNB tomou a iniciativa e fez o First Blood, seguido de um dragão, aos 8 minutos.

Pouco a pouco, os ataques do CNB foram dando certo e a equipe começou a ter vantagem sobre o paiN. O capitão Takeshi cresceu muito com o Yasuo e pôde fazer a diferença no split push. Muito bem organizado e com sincronia, a equipe até exitou nos momentos decisivos, mas selou a classificação para a Grande Final com muita emoção. Jogadores choraram no palco e os espectadores vibraram como nunca. O CNB continua caminhando rumo ao Campeonato Mundial.