Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • paiN vence com tranquilidade, e CNB e KaBuM.Black empatam

paiN vence com tranquilidade, e CNB e KaBuM.Black empatam

O paiN Gaming cresceu de produção na 5ª semana do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) e mostrou seu poderio diante da KaBuM, atual campeã brasileira, que continua no meio da tabela da competição. Neste sábado (14), o time desbancou Pedro "LEP" Marcari e companhia e chegou aos 9 pontos.

Adversários diretos na luta pela classificação para a Fase Eliminatória, CNB e-Sports Club e KaBuM.Black protagonizaram a segunda série do dia e fizeram um duelo equilibrado em número de partidas vencidas, mas muito diferente em questão de atuações. No primeiro jogo do confronto, a equipe comandada por Martin "Espeon" Gonçalves "deitou e rolou". No segundo, foi a vez de os Blumers atropelarem.

O empate mantém os dois times nas mesmas posições que iniciaram a 5ª semana, mas com o risco de caírem na classificação dependendo dos resultados deste domingo (15).

Clique aqui para ver a cobertura completa do Campeonato Brasileiro de League of Legends de 2015

Semana 5 Dia 1

PaiN Gaming e KaBuM abriram a 5ª semana do Campeonato Brasileiro de League of Legends. Na primeira partida da série, a atual campeã brasileira surpreendeu com o pick de Veigar para o Mid Laner Thiago "TinOws" Sartori, mas não conseguiu impôr seu jogo por conta do ótimo controle de visão do adversário.

O paiN adotou o estilo europeu e priorizou os objetivos e as rotações, ao invés das lutas. Em entrevista exclusiva ao MyCNB, na semana passada, o Support Hugo "Dioud" Padioleau disse que, no Brasil, as estratégias são focadas em teamfights, enquanto que na Europa a prioridade é conquistar os objetivos.

O time de Gabriel "Kami" Santos, porém, perdeu o primeiro dragão da partida para o Jungler Daniel "dans" Dias, que, de Vi, fez sozinho o buff para a KaBuM. Com early game de muito farm, o First Blood só saiu aos 12 minutos, com Kami, de Azir, atacando o Support Márcio "Eryon" Reis.

O Jungler da KaBuM até tentou impôr pressão nas rotas quando pegou o level 6, mas não obteve sucesso em proporcionar abates para sua equipe. Com muitas sentinelas posicionadas pelo mapa, o paiN soube se defender muito bem dos ataques adversários.

Em uma luta na bot lane, aos 16 minutos, a KaBuM espantou os jogadores inimigos e começou a bater na primeira torre da rota. O time, porém, não contava com uma jogada sensacional de Kami, que flashou e conseguiu atingir quatro membros da KaBuM no ultimate. De Corki, o AD Carry Felipe "brTT" Gonçalves apareceu e ficou com duas kills.

Na marca de 32 minutos, o paiN levou as duas linhas de torres das lanes e abriu quase 4 mil de ouro de vantagem. O placar de eliminações, entretanto, era baixo: 3 a 1 para o paiN.

Mesmo atrás, a KaBuM buscava as lutas, mas as iniciações não era bem sucedidas, principalmente porque o Jungler Thúlio "sirT" Carlos, de Nunu, fazia a linha de frente e impedia que os jogadores chegassem em brTT ou Kami. O Veigar de TinOws não encaixou.

O time campeão brasileiro de 2014 tentou fazer um barão escondido aos 35 minutos, mas perdeu o buff e abriu espaço para a vitória do paiN, que derrubou os três inibidores da base e partiu para destruir o Nexus.


KaBuM não encontrou espaço no early game e acabou derrotada na primeira partida da série

Com uma composição focada no early game, a KaBuM tentou acelerar o início do segundo jogo da série para não cometer o mesmo erro da partida passada. Só que a execução de um dive na bot lane aos 7 minutos não foi das melhores.

O AD Carry brTT ficou com o First Blood, e Eryon, mal posicionado, acabou morto pelos adversários na jungle. O paiN aproveitou a vantagem para abater o primeiro dragão.

A KaBuM levou a torre do top aos 11 minutos, aproveitando que o Solo Top Whesley "Leko" Holler não tinha condições de trocar dano com os inimigos. Porém, o paiN logo respondeu e, no minuto seguinte, derrubou a primeira torre do bot.

Novamente, o paiN evitou muitas lutas e preferiu perseguir os objetivos. A KaBuM também tentava, a todo custo, conquistar espaço no mapa. Quando LEP e companhia puxaram o top, o paiN respondeu fazendo a limpa no mid, com duas torres destruídas.

Sempre atrás de objetivos, o paiN chegou ao quinto dragão aos 36 minutos e ainda matou o barão. Com os buffs, a equipe passou a atacar a base da KaBuM, encurralando os adversários, que nada puderam fazer para evitar mais uma derrota. Com a vitória por 2 a 0, o paiN Gaming terminou o sábado na liderança do CBLoL.


Dioud e companhia tiveram paciência para conquistar os objetivos, no estilo europeu de jogo

CNB e-Sports Club x KaBuM.Black

O segundo confronto do sábado valia muito para CNB e-Sports Club e KaBuM. Os dois times lutam para avançar à Fase Eliminatória, e uma vitória nessa série seria um alívio para a sequência da competição, ainda mais considerando os dois últimos adversários das equipes.

A KaBuM.Black mostrou-se mais disposta a buscar o resultado e começou a pressionar logo no início da primeira partida, com Daniel "Danagorn" Drummond invadindo a jungle adversária. Ele ficou com o First Blood ao atacar Carlos "Nappon" Rücker.

A partir daí, aproveitando-se da rápida movimentação da Nidalee, Danagorn passou a roubar os buffs e matar os monstros da jungle do CNB, deixando poucas oportunidades para o crescimento de Nappon, de Rengar.


KaBuM.Black empolgou com atuações convincentes da primeira partida do duelo conta o CNB

Mas o jogo desandou mesmo quando o CNB tentou fazer armadilha para a KaBuM.B no top. Três Blumers se juntaram no mato para atacar Mateus "SkyBart" Neves. Em um counter gank sensacional, Espeon e companhia mataram os três adversários, mesmo tomando muito controle de grupo.

Atrás no placar de kills e ouro, a equipe comandada por Franklin "Aoshi" Coutinho tentou compensar a desvantagem com objetivos. Quando a KaBuM.Black deu um dive no AD Carry Rodrigo "Kalec" Rodrigues, sem sucesso, o CNB derrubou a torre do mid. A KaBuM não desistiu e continuou na bot, iniciando uma luta em que o CNB levou a melhor e neutralizou Danagorn.

Aos 20 minutos, os Blumers tentaram eliminar o Jungler da KaBuM.Black para facilitar o abate do dragão, mas gastaram todas ultimates nele, que ainda saiu vivo, e deixaram o AD Carry Pedro "Matsukaze" Gama livre para atacar. De Corki, a revelação do CBLoL 2015 fez pentakill e encaminhou a vitória de seu time no primeiro jogo da série.

Os cyber-atletas do CNB apresentavam um semblante sério antes do início da segunda partida, mas receberam o incentivo do treinador, Thiago "Djokovic" Maia, durante os picks e bans. "Eu confio em vocês", repetiu algumas vezes o técnico, ciente da importância do confronto, tentando animar seus comandados.

Deu certo. O CNB entrou muito mais ligado em Summoner's Rift e pareceu estar mais confortável com os heróis escolhidos. De Lee Sin, Nappon não ficou tão limitado na movimentação como na partida anterior e pôde impor pressão nas rotas.

De Rek'Sai, Danagorn também tentou garantir abates para a KaBuM.Black, mas um gank frustrado no top abriu espaço para que o CNB fizesse o primeiro dragão da partida, aos 7 minutos.

Com pressão em todas a lanes, o CNB rotacionou pela jungle adversária e fez um bom trabalho de controle de visão. O Support Willyan "Wos" Bonpam chegou a andar com o Jungler Nappon em busca de abates. 

O Solo Top Aoshi, de Jax, levou a primeira torre da rota superior aos 11 minutos, depois que SkyBart deu TP para o bot para ajudar os companheiros em uma luta que acabou com um abate para cada lado. O capitão do CNB continuou em frente e levou a segunda torre da lane aos 12 minutos.


CNB se recuperou da derrota inicial para empatar a série com ótima atuação (Foto: Divulgação/CNB)

Aos 20 minutos, o CNB mostrou extrema organização em uma luta na qual conquistou um ace. Depois, partiu para o barão. Com o buff, os Blumers levaram torres e conquistaram outros objetivos importantes, aumentando a diferença de ouro. Com o Azir de Lucas "Electro" Dal Prá, o CNB zoneava os adversários e cercava as torres com segurança.

Sempre em outra rota, Aoshi fazia split push em cima do Maokai de SkyBart. Foi assim que o CNB conseguiu cada vez mais mapa. Aos 33 minutos, o time derrubou o inibidor do bot, enquanto Jax levava o do top. 

Sem defesa nenhuma em sua base, a KaBuM.Black não teve o que fazer para segurar a pressão dos Blumers e acabou vencida. Foi um alívio para o CNB, pois uma derrota seria um resultado catastrófico nesta reta final, já que a equipe enfrenta a KaBuM e o paiN nas duas últimas rodadas do CBLoL. Já a KaBuM.Black terá Keyd Stars e INTZ pela frente.


Veja também:


Tags: cnb, League of legends, kabum, pain gaming, pain, kabum black, cblol