Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Superstições: cyber-atletas têm rituais e manias antes dos jogos

Superstições: cyber-atletas têm rituais e manias antes dos jogos

Sempre que está montando seus equipamentos para um campeonato, o AD Carry da KaBuM, Rodrigo "Digolera" Haddad, é metódico quanto às posições do mousepad e do teclado e à altura do monitor. Tudo para se sentir o mais confortável possível, como se estivesse em casa.

Assim como em outros esportes, no League of Legends os jogadores profissionais têm rituais a cumprir como parte da preparação para os confrontos. Tem sido assim no Campeonato Brasileiro (CBLoL). A maioria dos competidores curte ouvir música antes dos confrontos, mas alguns se destacam com manias particulares. Digolera utiliza os dedos para "medir" e calcular o exato posicionamento em que devem ficar os equipamentos.

"O monitor fica uns quatro dedos para cima, o mousepad, encostado na bordinha da mesa, o teclado fica a dez dedos para cima do fim da mesa e daí o resto vou encaixando", revela o cyber-atleta ao MyCNB (veja vídeo abaixo). "Antigamente, quando eu comecei a jogar, eu me sentia um pouco desconfortável quando ia jogar fora de casa, então eu meio que acabei criando esse ritual de medir com os dedos. Quando eu sento para montar meus equipamentos em lugar novo eu sempre meço com os dedos para ficar tudo certinho como se eu estivesse jogando em casa".

O Mid Laner do INTZ, Gabriel "tockers" Claumann, não se preocupa tanto com os equipamentos e sim com a tensão antes dos jogos. "Eu geralmente jogava em casa mascando chiclete. Um pouco antes de jogar, quando masco, eu me sinto mais tranquilo, parece que o meu cérebro funciona melhor", disse, acrescentando que gosta de ouvir sempre a mesma música: "Everybody Wants To Rule The World", da cantora Lorde.

Em ritmo de descontração, o Solo Top do CNB e-Sports Club, Franklin "Aoshi" Coutinho, dá o play na mesma música no volume máximo do celular sempre que o time vai sair da gaming house rumo ao estúdio da Riot Games Brasil. "Surgiu por acaso. Só coloquei para tocar no primeiro dia e todo mundo curtiu, daí sempre que vamos sair eu coloco pra tocar. É uma música que é uma brincadeira do time. É engraçada e anima o pessoal", contou.

Além dos que se preparam no dia do jogo, há também quem comece a se concentrar na noite anterior. É o caso do AD Carry do paiN Gaming, Felipe "brTT" Gonçalves. "Eu sou um cara que fico bem ansioso antes dos jogos, então quando vou dormir sempre fico pensando nos jogos, o que que eu posso fazer, o que vai ser melhor pra o time, o que vai ser melhor pra mim. Quando acordo eu simplesmente esqueço que vou jogar, tento ficar o mais tranquilo possível, não estou nem aí contra quem vou jogar. Coloco uma música que gosto e só vou para o jogo", revelou o cyber-atleta.


Veja também:


Tags: League of legends, grande final cblol 2014, pain gaming, cnb e-sport club, digolera, aoshi, brtt, tockers