Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • KaBuM.Black e paiN se classificam para Semifinais do CBLoL 2015

KaBuM.Black e paiN se classificam para Semifinais do CBLoL 2015

A KaBuM.Black começou o Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) 2015 com 4 pontos negativos e, em incrível campanha de recuperação, se classificou para a Semifinal ao vencer o CNB e-Sports Club por 2 a 0 neste sábado (21)

O time, que teve uma "caminhada" bastante inconstante na primeira fase - com uma vitória, quatro empates e duas derrotas -, superou a equipe considerada favorita pela maioria da comunidade. Foram vitórias incontestáveis, com superioridade, apesar do equilibrado nível dos dois times.

Nada nivelado foi o outro duelo de Quartas de Final entre paiN Gaming e Dexterity, também disputado neste sábado. Thúlio "sirT" Carlos e companhia não tiveram dificuldades para derrotar o Dex e passar para as Semifinais.

No próximo sábado (28), o paiN enfrentará o INTZ, em um confronto md5, valendo a classificação para a decisão. No domingo (29), será a vez de Keyd Stars e KaBuM.Black duelarem em busca de uma vaga no confronto decisivo. A Grande Final será disputada no dia 18 de abril, no Centro de Convenções de Florianópolis.

Clique aqui para ver a cobertura completa do Campeonato Brasileiro de League of Legends de 2015

paiN Gaming x Dexterity

Se na primeira fase o Dexterity surpreendeu o paiN Gaming ao arrancar um empate, a equipe de Gabriel "Kami" Santos deu o "troco" e atropelou os adversários nas Quartas de Final, com vitórias tranquilas por conta de atuações consistentes e organização tática.

Em nenhum momento o paiN sentiu-se ameaçado. Pelo contrário. Depois de abrir vantagem muito cedo, o time passava a dominar todas as partes do mapa, sem precisar fazer muito esforço. O Solo Top Whesley "Leko" Holler, de Hecarim, matou várias vezes Rafael "SoulSilver" Lanna, que, mesmo de Vladimir, não conseguia escapar. Ele passou a maior parte do jogo debaixo da própria torre, acuado, e ainda recebia constantes dives de Leko. Foi questão de tempo para que o paiN avançasse rumo à base adversária para conquistar a vitória e abrir 1 a 0 na série.

pain-gaming-leko-quartas-de-final-cblol-2015
Solo Top Leko fez excelentes apresentações e ajudou o paiN Gaming a conquistar as vitórias

O domínio de Felipe "brTT" Gonçalves e companhia foi ainda maior no segundo jogo, porque o Dex não conseguiu responder à nenhuma ação e amargou abate atrás de abate. Aos 15 minutos, o paiN tinha 11 a 0 em kills e havia destruído toda a primeira linha de torres adversária.

O time comandado por Roberto "Anjinho" Buzzoleti nada podia fazer diante da superioridade do inimigo e só esperou a derrota. Novamente Leko fez excelente apresentação e, assim como na partida anterior, não morreu. O paiN chegou ao 2 a 0 no confronto com extrema facilidade e se credenciou para enfrentar o INTZ na Semifinal.

Com atuação apagada em seu retorno, SoulSilver disse que o Dexterity não teve muito tempo de treino e apontou as rotações do paiN Gaming como decisivas para que a equipe adversária saísse de Summoner's Rift com a vitória. "Eles estavam dominando a jungle e nós só aceitamos a pressão. A composição deles era de hard engage o tempo todo e não conseguimos responder muito bem", explicou o cyber-atleta.

pain-vence-dexterity-quartas-de-final--cblol-2015
Jogadores se cumprimentam após a vitória do paiN Gaming sobre o Dexterity nas Quartas

Vídeo: brTT analisa vitória sobre Dex e fala sobre Semifinal contra o INTZ (clique aqui para assistir)

CNB e-Sports Club x KaBuM.Black

Para o segundo confronto do dia, a expectativa de um duelo equilibrado se confirmou, ainda que a KaBuM.Black tenha sabido aproveitar melhor os erros do adversário. O CNB e-Sports Club saiu na frente na primeira partida ao conquistar o First Blood com Lucas "Electro" Dal Prá, de Le Blanc, contra Bruno "Goku" Miyaguchi, de Lulu.

Os Blumers fizeram o primeiro dragão e aumentaram o placar de abates na top lane, em uma luta 2 x 2 que envolveu os Junglers de ambos os times.

Porém, o jogo começou a desandar para o CNB quando a equipe decidiu dar um dive na bot lane, sendo que a torre estava prestes a cair. De Vi, Carlos "Nappon" Rücker se estendeu demais e não teve o acompanhamento dos companheiros, que ficaram na mira da torre e dos jogadores da KaBuM.Black. Martin "Espeon" Gonçalves e companhia conseguiram três abates e assumiram o controle das ações.

O CNB, mesmo atrás no placar de eliminações e ouro, tentou compensar nos objetivos e nas teamfights. Em pelo menos duas lutas os Blumers levaram a melhor, diminuindo a diferença de kills e mostrando que ainda estavam vivos na partida.

O lance crucial aconteceu aos 33 minutos, quando o CNB tentou perseguir o Jungler inimigo e, sem sucesso, voltou para tentar matar o Solo Top Mateus "SkyBart" Neves, que vinha de TP. Entretanto, Daniel "Danagorn" Drummond apareceu novamente e deu um ultimate que paralisou quatro jogadores, virando a luta a favor da KaBuM.Black. Três minutos depois, o time derrubou o inibidor da mid lane e abriu caminho para a vitória, conquistada após triple kill do AD Carry Pedro "Matsukaze" Gama, de Kalista.

aoshi-cnb-quartas-de-final-cblol-2015
O CNB, liderado por Aoshi, não conseguiu administrar vantagens iniciais contra a KaBuM.Black

Na segunda partida da série, o CNB novamente abriu vantagem no início, com duas kills aos 6 minutos, no top, onde Nappon e Franklin "Aoshi" Coutinho levaram a melhor sobre Danagorn e SkyBart.

Dois minutos depois, quando o Jungler da KaBuM.Black tentou gankar na rota superior, o CNB rotacionou para fazer o dragão. Com 1 mil de ouro na frente, o Support Willyan "Wos" Bonpam e Nappon foram para o top e ajudaram Aoshi a garantir o terceiro abate do CNB.

Um dos objetivos dos Blumers era desabilitar SkyBart, que costuma crescer com o passar do tempo. Pois foi exatamente isso que aconteceu de novo, apesar das tentativas de anulá-lo. Aos 18 minutos, o Solo Top da KaBuM matou três adversários e abriu espaço para o seu time fazer o dragão.

A partir daí, Espeon e companhia adquiriram a confiança necessária para impor seu jogo. Tanto que, quando o CNB fez o segundo dragão, aos 25 minutos, a KaBuM.B aproveitou para levar duas torres da mid lane, limpando a rota e ganhando espaço no mapa.

De Fizz, SkyBart causava muito dano e atrapalhava o AD Carry Rodrigo "Kalec" Rodrigues, que, assim como na primeira partida, não conseguiu ser efetivo. Aos 28 minutos, foram três kills para a KaBuM.Black. Três minutos depois, nova vantagem na teamfight para o time de SkyBart, desta vez com ótima iniciação de Danagorn, de Rek'Sai.

"Escolhemos o Fizz porque encaixava bem na nossa composição. A lane phase dele contra o Rumble não é tão ruim. O Rumble tem uma certa vantagem porque não gasta mana e é bem forte, mas no 1 x 1 direto, depois do nível 6, se eu não fizer uma troca ruim antes, eu consigo ganhar. E o Fizz é muito bom junto da Lulu", explicou SkyBart, o destaque da equipe nas Quartas de Final.

Na marca de 34 minutos, a KaBuM.Black derrubou o inibidor do top, deixando a base adversária desguarnecida. Muito mais forte, inclusive com buff do barão, a equipe destruiu o Nexus do CNB e avançou para as Semifinais, onde enfrentará o poderoso Keyd Stars.

skybart-kabum-black-quartas-de-final-cblol-2015
De Fizz, Solo Top SkyBart foi o destaque da KaBuM.Black no confronto de Quartas de Final

O Mid Laner do CNB acredita que o erro da equipe tenha sido não determinar corretamente o plano de lutas. "Não sabíamos se focávamos frontline ou backline com a LeBlanc, tanto que na metade do primeiro jogo evitamos teamfights e tentamos garantir algo com a LeBlanc através de pickoffs. Também houve falta de análise de quem era o melhor alvo para engage", lamenta Electro.

Com colaboração de Ricardo Set


Veja também:


Tags: League of legends, pain gaming, kabum black, cblol, dexterity