Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Dexterity anuncia parceria para uso da marca do Santos FC

Dexterity anuncia parceria para uso da marca do Santos FC

O Dexterity quer levar os esportes eletrônicos e o seu nome para a massa e, para isso, assinou um acordo inédito no Brasil. A organização se aliou ao Santos Futebol Clube, por meio de um licenciamento de marca, e estampará o distintivo do clube paulista em sua camisa daqui para a frente.

"Faz parte da nossa política elevar o nível de aceitação das pessoas ao nosso mercado, e o Santos vem para ajudar nisso", comemora o diretor do Santos Dexterity Brunno Silva, torcedor do Sport, em entrevista ao MyCNB.

Ele conta que a direção do Dex procurou os quatro grandes clubes de futebol paulistas - Santos, São Paulo, Palmeiras e Corinthians -, em meados de março, mas só o Peixe mostrou-se realmente interessado no projeto, com o objetivo de se aproximar do público gamer, de acordo com Silva.

O analista de marketing do clube, Rafael Burri, explicou ao MyCNB que a parceria é baseada na "troca de visibilidade". "Nosso objetivo é entrar nesse novo mundo do e-sport, que nos permitirá conversar com potenciais torcedores/simpatizantes do clube. Existem milhares de jovens que talvez gostem mais de video game do que de futebol e é com esse público que queremos conversar.".

dexterity-battlefield4-santos-divulgacao-dexterity
Distintivo do Santos estampará as camisas dos jogadores do Dex (Foto: Divulgalção/Dexterity)

O contrato de licenciamento de marca prevê o uso do distintivo do clube, a venda de produtos do Dexterity nas lojas do Santos e a produção de uniforme na mesma empresa que faz as roupas da equipe de futebol. O diretor do Dexterity não revela se a organização receberá investimento financeiro do Santos. "Esse tipo de informação eu estou vetado, tanto pelo Santos como pelo nosso departamento comercial, de dar. Mas posso dizer que teremos apoio estrutural", afirma, sem especificar o que é o apoio estrutural.

O Santos vive severa crise financeira desde o ano passado. Os atrasos de salários e direitos de imagem têm sido recorrentes, o que fez com que, recentemente, o Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo (Sapesp) enviasse ofício à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e ao Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) denunciando a situação. O clube poderia perder pontos no Campeonato Brasileiro por conta dos atrasos salariais. No Brasileirão, a equipe está em posição incômoda na tabela, perto da zona de rebaixamento.

O diretor do Dexterity afirma que o apoio do Santos aos esportes eletrônicos não irá prejudicar as finanças. "Uma das formas de geração de recursos é a ampliação da sua área de atuação, pois, aumentando a quantidade de imagem positiva, se aumenta a demanda e, com a demanda aquecida, o lucro aumenta", argumenta Silva.

Ele também não acredita que o Dexterity possa perder torcedores por conta da rivalidade no futebol. "Qualquer pesquisa de mercado atesta que o fã de e-sport no Brasil é altamente fanático. Um time de futebol que entre nesse mercado passará a ter muitos simpatizantes. O ganho na fanbase indiscutivelmente será maior que a perda", defende.

O Dexterity conta com equipes de League of Legends, Battlefield 4, Counter-Strike Global Offensive e Heroes of the Storm. No LoL, a equipe lutará para voltar à elite do cenário brasileiro. Na série de Promoção para o CBLoL 2016, o Dex enfrentará o INTZ.Red. No Battlefield, a organização tem um dos times mais renomados do circuito internacional, tendo sido vice-campeão da ESL One Spring 2015. Nesta quinta-feira (6), a equipe começa sua campanha na ESL One Cologne.



Veja também:


Tags: League of legends, csgo, heroes of the storm, Counter-Strike Global Offensive, dexterity, battlefield, santos