Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Com ídolos, fãs conhecem história do CBLoL em tour no Allianz

Com ídolos, fãs conhecem história do CBLoL em tour no Allianz

Antes da Grande Final do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) 2015, fãs tiveram a oportunidade de conhecer a história do cenário competitivo no Brasil em um passeio organizado pelo Allianz Parque, palco da disputa pelo título, entre INTZ e paiN Gaming, no sábado (8).

Nesta quinta-feira (6), os cyber-atletas Murilo "Takeshi" Alves, Gabriel "Revolta" Henud (ambos do Keyd Stars) e Renato "The Foxz" Souza (g3nerationX) foram os guias de cerca de 20 visitantes no tour. Três jogadores do INTZ.Red também participaram: o Solo Top Leonardo "Robo" Souza, o Support Márcio "Eryon" Reis e o Mid Laner Bruno "Brucer" Pereira.

O tour começa em uma parte da arquibancada onde o tão desejado troféu de campeão está sendo exibido. Os visitantes podem fotografar a taça, mas em um ângulo que não mostre o palco, mantido em absoluto sigilo para surpreender os 12 mil felizardos que assistirão à decisão no estádio. 

trofeu-cblol-mycnbEncontro com o troféu do CBLoL é o primeiro estágio do passeio no Allianz (Foto: MyCNB) 

Em seguida, o público passa pela recepção do portão A para conferir medalhas, troféus e fotos de edições anteriores das competições nacionais. Destaque para a primeira taça entregue a uma equipe brasileira em um torneio oficial da Riot Games Brasil. Em 2012, o CNB e-Sports Club venceu o campeonato comemorativo de inauguração do servidor do jogo no Brasil.

Enquanto falava com os visitantes, o Mid Laner Takeshi, um dos mais experientes jogadores do País, conversou com o MyCNB e mostrou a satisfação de poder fazer parte da história do jogo.

"É uma quantidade reduzida de pessoas, então você consegue conversar bem mais, mostrar um pouco da história que eu participei desde 2012. Tem campeonatos que rolaram que o pessoal talvez nem jogava na época e hoje em dia sabe que Takeshi, brTT e Kami já jogavam. É uma experiência nova que estou gostando", disse Takeshi.

O Mid Laner, que ainda não tem o título brasileiro no currículo, ficou fora da Grande Final ao perder para o paiN Gaming, na Semifinal, por 3 a 0, um placar que surpreendeu por se tratar de um clássico. Novamente questionado sobre a possibilidade de parar de jogar, Takeshi brincou e afirmou que continuará na carreira: "Vão ter que me engolir mais um pouquinho".

Dando seguimento ao passeio, os visitantes são conduzidos a um camarote localizado em frente ao palco, que ainda passa por ajustes, mas que chama atenção pelo tamanho. De acordo com o Allianz Parque, a estrutura é a mesma utilizada no palco principal do festival de música Lollapalooza. Três grandes telões exibirão as partidas para o público. 

tour-cblol-mycnbVisitantes recebem orientações e informações sobre o tour no Allianz Parque (Foto: MyCNB)

Do alto dá para ver todo o anfiteatro, que receberá, pela primeira vez, um evento com a capacidade máxima: 12 mil pessoas. O anfiteatro é uma parte coberta da arquibancada do estádio, projetada especialmente para eventos. O palco do CBLoL está montado no gramado e os torcedores ficarão nas cadeiras da arquibancada. Durante essa parte do passeio, é proibido qualquer tipo de registro de imagem.

Por fim, os fãs são conduzidos à saída, no portão B, onde está montada a reprodução da torre de League of Legends, que estava no Parque Villa Lobos no último fim de semana. Os visitantes recebem cartazes autografados e tiram fotos com os cyber-atletas, antes de concluir o passeio, que dura em média 1 hora.

O AD Carry The Foxz, diferentemente de Takeshi e Revolta, é novato no cenário brasileiro e, assim como os visitantes, aproveitou para lembrar de momentos históricos. "Eu achei muito legal o contato com o público e o fato de eles poderem ver como está a estrutura. É legal a parte de ver toda a história do e-sport. Eu mesmo gostei de ver fotos do campeonato que a vTi ganhou, lembra bastante das épocas boas que o jogo teve, como o jogo mudou de lá até hoje", disse o jogador ao MyCNB. 

Leia também: Dioud admite pressão por final em estádio, mas vê paiN preparado para o título (clique aqui)
Leia também: Histórico é equilibrado, mas INTZ não perdeu confrontos para o paiN em 2015 (clique aqui)

tour2-cblol-mycnbPara finalizar, cyber-atletas autografam cartazes para os visitantes do tour (Foto: MyCNB)

A maioria do público que esteve no tour era de São Paulo, mas alguns fãs vieram de longe para acompanhar a decisão de sábado e aproveitaram para participar da visita ao Allianz. O designer Renan Braga, de 25 anos, é de Manaus e viajou para SP acompanhado de dois amigos.

Arrependido de não ter ido para a final do CBLoL do ano passado, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, Renan arriscou e comprou a passagem antes mesmo do ingresso. Torcedor do INTZ, ele ficou feliz com o tour, principalmente pela proximidade que teve com os cyber-atletas. "Muito legal, melhor do que eu imaginava. Superou minhas expectativas. Eu achei que ia ter muita gente no tour, mas acabou sendo uma coisa mais pessoal, foi bem legal", contou.

O casal de namorados Tomás Teixeira, de 24 anos, e Suelen Santana, de 23, ambos estudantes, se conheceu jogando - não League of Legends. Ele, que morava em Curitiba, se mudou para Porto Alegre por conta do relacionamento. Ambos tiveram o primeiro contato com um evento da Riot na etapa de abertura da Liga Brasileira - Série dos Campeões, em 2014.

"Nós já tínhamos ido no evento de Porto Alegre e achamos muito bom e, este como ia ser no estádio, queríamos participar do maior evento de e-sport que aconteceu no Brasil", disse Tomás.

O Allianz Tour pela história do cenário competitivo brasileiro continua nesta sexta-feira (7). Os guias da exposição serão o Support da KaBuM.Black, Martin "Espeon" Gonçalves, o AD Carry da KaBuM.Orange, Daniel "dans" Nascimento, e o Mid Laner do CNB e-Sports Club, Felipe "YoDa" Noronha. Os demais jogadores do CNB também estarão presentes.

O ingresso para o tour custa R$ 30 (R$ 15 para meia-entrada) e pode ser adquirido no site do Allianz Parque ou nas bilheterias do estádio.

  



Veja também:


Tags: League of legends, pain gaming, intz, cblol 2015, allianz parque, tour