Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • A um passo do Mundial, brTT quer que Brasil tenha vaga direta

A um passo do Mundial, brTT quer que Brasil tenha vaga direta

Com confronto marcado contra o Kaos Latin Gamers (KLG), do Chile, na final do International Wildcard, o paiN Gaming está a um passo do Campeonato Mundial de League of Legends de 2015. Para o AD Carry Felipe "brTT" Gonçalves, essa é uma oportunidade de mostrar que o Brasil pode ter uma vaga direta na competição mais importante da modalidade.

"Não estamos querendo apenas a satisfação de pisar no Mundial. Queremos representar bem o nosso País e esperamos que uma boa performance lá fora nos dê não somente realização, mas também traga uma boa imagem para mídia e para o mundo, que vejam que nós merecemos uma vaga direta para o Mundial no ano que vem", disse brTT em declaração enviada ao MyCNB.

brtt-wildcard-dia1-mycnb
brTT quer boa campanha no Mundial para mostrar que Brasil merece vaga direta (Foto: MyCNB)

Em 2013, o paiN - com brTT, Gabriel "Kami" Santos e Thúlio "sirT" Carlos na line-up - disputou o Wildcard após ser campeão brasileiro em cima do CNB e-Sports Club. Entretanto, a equipe perdeu a decisão para o GamingGear.EU, da Lituânia, e não avançou para o Campeonato Mundial.

O AD Carry fez coro ao que disse sirT na entrevista coletiva depois do título do CBLoL 2015 e afirmou que, naquela ocasião, o time não estava preparado. "Tenho certeza que teríamos conseguido vencer se tivéssemos mantido a concentração. Foi extremamente angustiante sentir o cheiro do Mundial e não poder saboreá-lo, mas, se tem uma coisa que ficou de lição de 2013, foi que neste ano as coisas vão ser extremamente diferentes", prometeu o cyber-atleta, que sabe que carrega a responsabilidade de ser uma estrela do League of Legends brasileiro.

Ele destacou a confiança de Kami, a segurança de sirT, a persistência de Hugo "Dioud" Padioleau e a audácia de Matheus "Mylon" Borges, mas disse que se vê como o "coração do time". "Se eu parar de bater, o corpo morre. Se eu parar de acreditar, o time desiste. Eu acho que é por isso que, durante muito tempo, os times procuraram sempre me focar nos jogos, tentando me desmotivar. Esse era meu maior defeito. Hoje, com ajuda de psicólogos, se tornou minha maior qualidade e contribuição para o time", analisou.

O lado emocional de brTT é muito conhecido e, ao lembrar as motivações que o fazem seguir em frente e buscar o sonho de estar no Mundial, o AD Carry cita o avô, seu maior incentivador, que morreu em dezembro do ano passado. "A coisa mais difícil foi saber que o homem que me deu o primeiro computador e lutou tanto pelo meu sonho estava morrendo e eu não poderia largar esse sonho para ficar ao lado dele. Estou aqui lutando, sofrendo e abrindo mão de várias coisas para fazer com que isso tenha valido a pena", afirmou.

pain-gaming-wildcard-dia1-mycnb
paiN Gaming (foto) disputará classificação para o Mundial com chilenos do KLG (Foto: MyCNB)

O confronto md5 entre paiN e KLG será neste sábado (5), às 15 horas (pelo horário de Brasília). O vencedor estará credenciado a participar do World Championship, que nesta temporada passará por quatro países da Europa, de 1º a 31 de outubro. Clique aqui para ver a cobertura completa do International Wildcard.



Veja também:


Tags: League of legends, international wildcard, pain gaming, brtt, lolwc2015