Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Mídia internacional exalta paiN, mas não acredita em avanço no Mundial

Mídia internacional exalta paiN, mas não acredita em avanço no Mundial

Depois do sorteio dos grupos do Campeonato Mundial de League of Legends de 2015, os torcedores brasileiros ficaram mais otimistas com a campanha que o paiN Gaming poderá fazer na competição. A mídia especializada internacional até enxerga potencial na equipe, chegando a considerá-la como a melhor da história dos Wildcards, mas não acredita na classificação para a Fase Eliminatória.

O paiN está no Grupo A, ao lado de Counter Logic Gaming (CLG), dos Estados Unidos, KOO Tigers, da Coreia do Sul, e Flash Wolves, de Taiwan. O time de Felipe "brTT" Gonçalves irá estrear contra os coreanos, no dia 1º de outubro, às 16h30 (pelo horário de Brasília). O evento será disputado até o dia 31, em quatro países da Europa.

Os mais entusiasmados com a equipe brasileira são os narradores da OGN Chris “PapaSmithy” Smith e Christopher “MonteCristo” Mykles. Eles afirmam que a equipe brasileira pode surpreender. PapaSmithy disse em um programa veiculado no Youtube que os brasileiros "não são os favoritos para avançar no grupo, mas é possível que passem”.

MonteCristo acredita que o trabalho da comissão técnica, chefiada por Gabriel “MiT” Souza, pode ser o trunfo do time para avançar. “Eu realmente gosto do jeito que o paIN está fazendo o draft. Eles têm uma boa ideia do que está forte no meta atual, seus jogadores são individualmente sólidos e o paiN tem chance de se sobressair no grupo”.

montecristo-reproducao-youtubeMonteCristo acredita que paiN pode surpreender no Mudial (Foto: Reprodução/Youtube)

Porém, PapaSmithy observa que a equipe brasileira pode não repetir as boas atuação da Fase Eliminatória do Campeonato Brasileiro (CBLoL) e do International WildCard, pois irá enfrentar adversários mais fortes.

“Minha única ressalva em relação ao paiN é que um time que joga num nível altíssimo em um International WildCard não necessariamente compete com o meta mundial. Não há muito confronto com estratégias diferentes, por isso podem ter dificuldades no cenário mundial”, opinou PapaSmithy

O portal theScore eSports faz elogios à mecânica individual dos cyber-atletas e sustenta que o paiN é o melhor time de Wildcard a passar pelo Campeonato Mundial, mas crava a lanterna da chave para a equipe: "O paiN é quase uma certeza no último lugar do Grupo A", escreveu o jornalista Nic Doucet.

A matéria analisa o jogo do time brasileiro, que, na visão do repórter, tem “estratégia central e baseada no ameaçador trio composto pelo Solo Top (Mylon), pelo Mid Laner (Kami) e pelo AD Carry (brTT), os quais estão entre os melhores da sua região e têm todas as ferramentas para serem ameaçadores também no cenário internacional”.

Segundo o jornalista, o ponto fraco do paiN, e que pode deixar o time no último lugar do grupo, são as “decisões questionáveis tomadas quando estão puxando uma torre ou abordando o barão”. Para Doucet, essas jogadas precipitadas “deixam o time exposto e concedem abates, sendo que uma abordagem mais gradual e calculada poderia ser uma jogada melhor”. 

O narrador da Riot Games norte-americana, Joshua “Jatt” Leesman, também considera o paiN como o melhor time de Wildcard da história do Mundial. A opinião é embasada no bootcamp que o INTZ fez nos Estados Unidos antes da Grande Final do 2º Split do CBLoL 2015. "O INTZ, time que o paiN jogou na final do Campeonato Brasileiro, fez scrims [treinos] contra os melhores times norte-americanos durante um bootcamp e se saiu muito bem. E sofreu um 3 a 0 para o paiN", observou.

jatt-lcsna-riotgamesJatt reconhece nível do paiN Gaming, mas não acredita em classificação (Foto: Riot Games)

Entretanto, ele e seus companheiros, Martin "Deficio" Lynge, comentarista da Riot Europa, e Jake “Spawn” Tiberi, analista da LPL, da China, apostaram que KOO Tigers e Counter Logic Gaming serão os classificados para a Fase Eliminatória. No fórum oficial do League of Legends, Jatt apontou o time brasileiro como o provável quarto colocado, pois "o paiN e o Brasil ainda têm um longo caminho para chegar ao nível de League of Legends que é jogado nas principais regiões".

Na sua análise, Deficio fez questão de ressaltar o talento do Mid Laner Gabriel “Kami” Santos e também falou que os times brasileiros estão no caminho certo. “Esse cara [Kami] é um monstro. O paiN Gaming e o Brasil, como região, estão melhorando. Este não deve ser o ano para eles [se classificarem]. Eu não acredito que o paiN e o KOO Tigers estão em um nível próximo”. 

Formato

Na Fase de Grupos, em Paris, na França, os times se enfrentarão em confrontos md1, em dois turnos. Os dois primeiros colocados de cada grupo avançarão para a Fase Eliminatória, com séries md5.

A novidade é que, diferentemente de 2014, quando existia uma chave predefinida dos confrontos para o mata-mata, nesta temporada a Riot Games realizará um sorteio para estabelecer os cruzamentos das Quartas de Final, seguindo dois critérios: o 1º colocado de um grupo deverá enfrentar o 2º lugar de outro; e duas equipes do mesmo grupo não podem ser colocadas na mesma metade da chave. 

Campeonato Mundial

O Campeonato Mundial de League of Legends de 2015 terá a participação de 16 equipes e passará por quatro países da Europa, repetindo o tour da edição 2014, realizada pela Ásia.

A Fase de Grupos será em Paris, na França, de 1º a 4 e de 8 a 11 de outubro. As Quartas de Final acontecerão em Londres, na Inglaterra, de 15 a 18 de outubro. As Semifinais estão marcadas para os dias 24 e 25 na cidade de Bruxelas, na Bélgica. Os dois melhores times do campeonato se enfrentarão na decisão, em 31 de outubro, no ginásio Mercedes-Benz Arena (antigo O2 World), em Berlim, na Alemanha.

Em 2014, o World Championship de League of Legends passou por três países: Taiwan, Cingapura e Coreia do Sul. A Grande Final, disputada entre Samsung White, da Coreia do Sul, e Star Horn Royal Club, da China, aconteceu em um estádio de futebol, na capital coreana de Seul. 



Veja também:


Tags: League of legends, pain gaming, lolwc2015