Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Conheça o KOO Tigers: time novato com experiência de Mundiais

Conheça o KOO Tigers: time novato com experiência de Mundiais

Sensação do cenário sul-coreano nesta temporada, o KOO Tigers é, entre os 16 participantes, um dos times mais novos a disputar o Campeonato Mundial de League of Legends de 2015. Em apenas dez meses de existência, o KOO conseguiu o que muitas equipes mais antigas tentam há anos: se classificar para a maior e mais importante competição da modalidade.

Seed 2 da Coreia do Sul, o KOO Tigers será adversário do paiN Gaming na Fase de Grupos do World Championship. O time está no Grupo A, ao lado de Counter Logic Gaming (CLG), da América do Norte, e Flash Wolves, do Sudeste asiático. Os oponentes da equipe brasileira serão mostrados em matérias especiais do MyCNB, a começar pelo KOO Tigers. O evento começa nesta quinta-feira (1º) e segue até o dia 31, passando por quatro países da Europa.

Leia também: Conheça o Flash Wolves: entre altos e baixos, equipe busca destaque (clique aqui)
Leia também: Conheça o CLG: campeão da América do Norte precisa provar valor internacional (clique aqui)

O time foi fundado em novembro de 2014, com outro nome: HUYA Tigers, o mesmo da patrocinadora chinesa do ramo de streaming. Assim que se classificou para o 1º Split da LCK 2015, a equipe passou a se chamar GE Tigers. A última mudança de nome, para KOO Tigers, ocorreu em maio, com a chegada de outro patrocinador, também do ramo de streaming.

koo-tigers-tigres-reproducao
Jogadores, quando time chamava GE Tigers, usavam adornos nos jogos (Foto: Reprodução)

Apesar de nova, a equipe não é inexperiente. A line-up conta com cyber-atletas que já defenderam outros times conhecidos do cenário competitivo, como os antigos NaJin Black Sword, NaJin White Shield e Incredible Miracle. O AD Carry Kim "PraY" Jong-in atuou pelo NaJin Sword em 2013, ficando na 3/4ª colocação do Mundial ao lado do fnatic. O Support Kang "GorillA" Beom-hyeon também participou do World Championship, no ano passado, defendendo o NaJin Shield. O time conquistou o 5º/8º lugar.

O Campeonato Mundial de 2015 será o quinto torneio do KOO. O primeiro foi, ainda em 2014, o Champions Korea Spring 2015, o torneio de Promoção para a liga profissional coreana. Neste ano, o time disputou mais três: os dois Splits da LCK 2015 e a Final Mundial da Intel Extreme Masters IX. A equipe teve resultados satisfatórios em todos, conseguindo aparecer sempre entre os três primeiros colocados.

Na LCK Spring 2015, a equipe - na época ainda chamada de GE Tigers - fez excelente campanha. Na Fase de Classificação, o time teve 12 vitórias em 14 séries disputadas, e só sofreu sua primeira derrota na 10ª Semana, para o KT Rolster por 2 a 1. Depois, perdeu na 12ª Rodada para o SK Telecom T1, que seria seu adversário na Grande Final.

Por ter terminado a primeira fase na liderança, os Tigers avançaram diretamente para a decisão, mas perderam o título para Lee “Faker” Sang-hyeok e companhia por 3 a 0.

Na LCK Summer 2015, já como KOO Tigers, a equipe fez uma campanha mais modesta e conquistou a 4ª colocação na Fase de Classificação, com 11 vitórias e sete derrotas. Na Fase Eliminatória, passou por NaJin e-mFire (2 a 1) e CJ Entus (3 a 0) antes de perder para o KT Rolster (3 a 2) na Semifinal.

Com os pontos conquistados nos dois torneios, o KOO Tigers ficou com a vaga destinada ao time com maior pontuação no circuito da Coreia do Sul.

koo-tigers-lck-2015-kespa
Seed 2 da Coreia, KOO não teve mudanças na line-up titular nesta temporada (Foto: KeSPA)

Campanhas:
LCK Summer 2015 - 3º lugar após derrota para o KT Rolster
LCK Spring 2015 - 2º lugar após derrota para o SK Telecom T1
Final Mundial Intel Extreme Masters IX - 3º/4º lugar após derrota para o Team World Elite
Champions Korea Spring 2015 - classificado ao lado do Incredible Miracle

Entre os integrantes do Grupo A, o KOO Tigers é o único que não fez alterações na line-up titular nesta temporada. A equipe só contratou mais um cyber-atleta, o Jungler Kim "Wisdom" Tae-wan, que vinha defendendo o Incredible Miracle desde novembro de 2014. O time também fez uma aquisição importante para a comissão técnica, a do ex-Mid Laner Kim "SSONG" Sang-soo para trabalhar como treinador ao lado de Jeong "NoFe" No-chul.

KOO Tigers

Song “Smeb” Kyung-ho (Solo Top)
Lee “Lee/Hojin” Ho-Jin (Jungler)
Kim "Wisdom" Tae-wan (Jungler)
Lee “kurO” Seo-haeng (Mid Laner)
Kim “PraY” Jong-in (AD Carrry)
Kang “GorillA” Beom-hyeon (Support)

pray-ad-carry-koo-tigers-esl
Com um Mundial no currículo, PraY (esq.) é um dos destaques do KOO Tigers (Foto: ESL)

Opiniões

O analista do CNB e-Sports Club, Nuno "NuNu" Rema, explica que o KOO Tigers é predominante contra os adversários por conta do potencial no early game. "Eles têm três rotas fortes. Apesar da deficiência que o time encontrava nas lutas, as vantagens que o KOO adquiria eram muito traduzidas em eles colocarem o Jungler com campeões que tinham potencial de gank para fazer uma forte pressão cedo".

Para o analista, o time sul-coreano possui um ex-cyber-atleta desempenhando um bom trabalho como treinador. "O NoFe, quando atuava competitivamente, era conhecido por ser um dos Junglers mais cerebrais da Coreia. Eu atribuo a ele o sucesso do KOO na LCK Spring 2015".

As atualizações que ocorrem no jogo periodicamente, que acabaram prejudicando o time em determinado momento da temporada, não serão problemas para o KOO no Campeonato Mundial, na visão de NuNu. "Acho que a KOO pode sair favorecida nesse patch, se adaptando um pouco e talvez surgindo no campeonato com algumas surpresas em relação a escolhas de campeões".

De acordo com o treinador do Keyd Stars, Ednilson "Jukaah" Vargas, o KOO Tigers surpreendeu na Coreia do Sul por possuir uma line-up que conta com cyber-atletas experientes e muito bons, comandados por uma competente comissão técnica. "PraY, GorillA e Kuro são muitos bons e dois deles já disputaram o Mundial - PraY e GorillA. Eles têm toda a capacidade de passar tudo que sabem para os jogadores mais novos, como Smeb e Wisdom".

Jukaah acredita que, se o paiN manter um early game bom e aproveitar o mid game, poderá vencer, já que os coreanos se perdem um pouco no início do mid game, quando os jogadores têm que escolher quem ficará com os recursos do mapa. "Acho que se a paiN tentar punir o KOO em erros, não vai dar muito certo. Tem apenas que mostrar o seu próprio jogo no early/mid game e tentar finalizá-los".

Ele acha, entretanto, que a equipe sul-coreana dominará o Grupo A. O coach acredita que tanto o KOO como o SK Telecom T1 são, dos representantes da Coreia do Sul, os favoritos ao título. "Eu não vejo nenhum time tirando um jogo deles, então a briga realmente será entre três times pelo 2º lugar. O mesmo acontecerá no Grupo do SKT1. Já na chave do KT Rolster, eu vejo algum adversário tirando um jogo deles, o que pode trazer dificuldade para a paiN já que um time vai ter uma vitória sobre um dos favoritos".

nofe-treinador-koo-tigers-esl
Treinador do KOO Tigers (dir.) é um dos responsáveis pelo sucesso do time (Foto: ESL)

O ex-coach do Jayob e-Sports e comentarista Diego “Lunacy” Oliveira aponta que o paiN precisa ter cuidado com o Solo Top e a bot lane do time sul-coreano, além da versatilidade tática da equipe. "O Smeb é um cara bastante versátil. Ele pode aparecer com todos os picks possíveis para a posição. Na rota inferior, o GorillA é o melhor Support da Coreia e o PraY, quando não é instável, consegue destruir o jogo com o posicionamento dele em lutas".

Para Lunacy, o KOO Tigers foi tão bem no 1º Split da LCK 2015 por ser um time novo, que quase ninguém conhecia, com um meta favorável no momento, principalmente para o Jungler Lee/Widsom que é muito bom com Jarvan IV e Lee Sin, que na época eram boas escolhas para o competitivo.

O comentarista indica que o Jungler do time brasileiro pode fazer a diferença no confronto contra o KOO, já que o caçador coreano é bem limitado e costuma se perder no mapa. "Se o sirT se prevalecer sobre o Hojin e conseguir botar uma ou duas rotas da paiN em vantagens, talvez consigam levar o jogo. Porém mesmo na vantagem, a paiN tem que tomar cuidado porque o KOO Tigers sabe voltar bem pro jogo, aproveitando o erro dos adversários".



Veja também:


Tags: League of legends, lck, KOO Tigers, lolwc2015