Siga o MyCNB  


  • Menu
  • Notícias
  • Depois de punição, dono da Brasil Mega Arena compra RED Canids

Depois de punição, dono da Brasil Mega Arena compra RED Canids

Depois da punição da Riot Games Brasil, o INTZ cumpriu a determinação e vendeu a equipe de League of Legends RED Canids para uma empresa independente. Conforme apurou o MyCNB com exclusividade, o time está passando para as mãos do empresário Felippe Corradini, dono do evento de e-sports Brasil Mega Arena (BRMA).

Tanto o nome da equipe quanto a line-up, a princípio, continuarão os mesmos. O time é um dos participantes do 1º Split do Campeonato Brasileiro (CBLoL) 2016, que começa neste sábado (16).

Não há informações sobre o valor do negócio, e a Riot ainda não anunciou oficialmente a transação, o que só deve acontecer depois do meio-dia desta sexta-feira (15), prazo estabelecido pela empresa para que INTZ ou RED Canids fosse vendido/cedido.

Isso porque, apesar de estarem cumprindo o texto do regulamento que prevê a separação de "equipes-irmãs", as duas organizações tinham íntima relação. Os sócios que estavam registrados como proprietários do RED Canids são namorada e filho dos donos do INTZ.

O MyCNB apurou que uma nova gaming house está sendo montada em São Paulo e deve ficar pronta em dois meses. Por enquanto, o time deverá continuar treinando na casa atual, localizada no mesmo prédio da gaming house do INTZ.

Em publicação no Facebook, com uma imagem onde está escrito "resolvido", o RED Canids havia prometido novidades para esta quinta-feira (14), mas não fez nenhum anúncio até a publicação desta matéria.

felippe-corradini-divulgacaoEmpresário Felippe Corradini é o novo dono do time RED Canids (Foto: Divulgação)

Entenda

Para a temporada 2016, a Riot Games Brasil proibiu que uma organização tivesse mais de um time competindo no CBLoL. Portanto, INTZ e KaBuM tinham de se desfazer de uma de suas equipes, trasferindo-a para uma empresa com CNPJ, razão social e quadro societários diferentes.

A KaBuM tentou vender o time Black, mas não conseguiu e perdeu a posição, assumida pelo Jayob e-Sports, que depois acabou sendo comprado pelo Operation Kino. Inicialmente, o INTZ informou ter vendido o INTZ.Red para um grupo de investidores, que era mantido em segredo até o início de janeiro, quando vazaram os nomes dos donos.

Tratava-se de Dinara Guzairova, namorada de um dos donos do INTZ, Lucas Simon Almeida, e Luan Rodrigo Florencio de Almeida, filho de Rogério Rodrigues de Almeida, o "Formiga", o outro dono da organização. Mesmo cumprindo o texto, a relação familiar foi contestada pelos donos de outras equipes e, após investigação, a desenvolvedora de League of Legends suspendeu os donos das duas organizações e obrigou que um dos times fosse doado ou cedido a "uma organização comprovadamente independente".

Em comunicado nessa quarta-feira (13), o gerente sênior de e-sports da Riot Games Brasil, Fábio Massuda, admitiu que as regras impostas para o desvínculo das equipes-irmãs tinham falhas e, por isso, serão reformuladas.

RED Canids

Marcelo "Ayel" Mello (Solo Top)
Jonas "Caos" Vriesman (Jungler)
Bruno "Brucer" Pereira (Mid Laner)
Gustavo "Sacy" Rossi (AD Carry)
Márcio "Eryon" Reis (Support)

Guilherme "Shido" Menezes (reserva)
Alexandre "Codpiece" De Carli (reserva)
Joseph "Tecnosh" Touma (reserva)

Vinicius "Neki" Ghilardi (treinador)


Veja também:


Tags: League of legends, intz, cblol 2016, red canids