Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Conheça os oito treinadores das equipes do 1º Split do CBLoL 2016

Conheça os oito treinadores das equipes do 1º Split do CBLoL 2016

Eles já eram peças importantes das equipes de League of Legends, mas, nesta temporada, a presença deles tornou-se essencial. Os treinadores são hoje parte dos times e passaram a ter inscrição obrigatória no Campeonato Brasileiro (CBLoL).

Neste 1º Split, alguns nomes são bem conhecidos da comunidade, enquanto outros estão começando a se destacar. Portanto, o MyCNB apresenta nesta matéria os oito técnicos do CBLoL e conta um pouco da trajetória deles.

djoko-cnb-treinadores-cblol2016-mycnbThiago "Djokovic" Maia - CNB e-Sports Club

Depois de ser dispensado pelo INTZ, onde atuava como Jungler, Djokovic se aventurou como treinador e deu certo. Depois de um teste no CNB e-Sports Club, em dezembro de 2014, assumiu o comando do time.

Pelo seu conhecimento técnico e participação ativa nas escolhas dos campeões dos seus comandados durante os jogos do CBLoL, Djoko ganhou destaque e é considerado um dos melhores técnicos do Brasil.

Ele  tem a missão de guiar os "novatos' jogadores do CNB, que começaram a aparecer no cenário competitivo no ano passado. Na temporada 2015, o time conquistou dois 5º lugares.

transao-g3x-treinadores-cblol2016-mycnbRafael "Transão" Rosa - g3nerationX

É um dos novos nomes na elite do cenário competitivo brasileiro. Transão começou como jogador, em 2011, e jogou ao lado de cyber-atletas como Rodrigo "Kalec" Rodrigues, atualmente no Robot e-Sports, Whesley "Leko" Holler e Matheus "yetz" Vieira, ambos aposentados.

Com a morte do pai, Transão decidiu parar de jogar. Em 2013, voltou como manager e atuou no Cyber Gamer (CG) e teve participação no time do Nexus Pub - ambos do Rio Grande do Sul.

No ano passado, Transão novamente se ausentou por conta do trabalho e voltou em 2015 após convite do Solo Top Luccas "Zantins" Zanqueta e do dono do g3nerationX, Alexandre "Gaules" Borba. Ele explicou que, por ter ficado muito tempo sem acompanhar o cenário, está fazendo apenas o papel de life coach e manager. Enquanto isso, disse estar estudando o jogo para se tornar analista. A parte teórica está sendo gerida pelo Support Leonardo "Alocs" Belo, o mais experiente da equipe.

Alexander "Abaxial" Haibel - INTZabaxial-intz-treinadores-cblol2016-mycnb

Abaxial foi responsável pela brilhante campanha do INTZ em 2015. O treinador norte-americano guiou os jogadores rumo ao título do 1º Split do CBLoL 2015, mas não conseguiu superar o paiN Gaming na Grande Final do 2º Split.

Abaxial não chegou a jogar profissionalmente e começou como treinador no final de 2014. O primeiro time que comandou foi o Last Kings. Depois, surgiu a oportunidade de fazer teste no INTZ, no qual passou.

Para a temporada 2016, Abaxial tem à disposição os mesmos jogadores que foram campeões do 1º Split no ano passado. Por isso, está bastante confiante de que pode ser novamente campeão.

peter-zhang-treinadores-kabum-divulgacaoPeter Zhang - KaBuM

De todos os treinadores do 1º Split do CBLoL 2016, Peter é o único que não acompanha a KaBuM de perto. O chinês, que atualmente mora nos Estados Unidos, faz o trabalho à distância.

Ele começou a carreira de treinador em 2013, no LMQ, equipe chinesa que depois passou a competir nos Estados Unidos. Foi nessa época que ele se mudou para a América do Norte. Antes de ser coach, Peter foi jogador, mas não chegou a nenhum time profissional.

Além do LMQ, o treinador também trabalhou no Curse Academy e no Team Liquid. Peter tem a missão de fazer a KaBuM voltar a brigar pelo título. Depois de ter sido campeã brasileira em 2014, a equipe não conseguiu bons resultados e ficou na parte de baixo da tabela durante os dois Splits do CBLoL 2015.

Ednilson "Jukaah" Vargas - Keyd Starsjukaah-keyd-treinadores-cblol2016-mycnb

Depois de passagens por paiN Gaming, time pelo qual se destacou nacionalmente, e KaBuM.Black, Jukaah começa a temporada 2016 assim como terminou a do ano passado: comandando o Keyd Stars.

O ano de 2015 teve altos e baixos para Jukaah. Ele foi o treinador da KaBuM.Black nos dois Splits. No 1º, o time fez uma bela campanha de recuperação e terminou em 4º lugar depois de ter começado a Fase de Classificação com 4 pontos negativos por conta de punição por trocas na line-up.

Já no 2º Split, Jukaah não conseguiu ajudar o time a sair da zona de rebaixamento. Em último colocado na Fase de Classificação, a KaBuM.Black teve de disputar a Série de Promoção e se manteve na elite após vitória sobre o Jayob e-Sports, time para qual viria a perder a vaga no CBLoL 2016 porque a organização não conseguiu vender a equipe, como manda o regulamento.

Jukaah surgiu como treinador do Keyd Stars nas Semifinais do 2º Split. O treinador continuou no time, viajou pra Portugal, para o bootcamp, e está dando seguimento no trabalho na temporada 2016.

mit-pain-treinadores-cblol2016-mycnbGabriel "MiT" Souza - paiN Gaming

A carreira de MiT como treinador começou em janeiro de 2015. Ele foi jogador profissional e manager antes. O coach assumiu o comando do paiN Gaming, a organização com maior base de fãs do País, sob desconfiança da comunidade, mas não decepcionou.

No 1º Split do CBLoL 2015, a equipe terminou em 3º lugar e viu o domínio do INTZ rumo ao título. Porém, no 2º Split, veio a grande conquista. O treinador e os comandados foram campeões e garantiram a tão sonhada vaga no Campeonato Mundial após dominarem o International Wildcard. Em 2015, MiT foi escolhido como o melhor treinador do Brasil no MyCNB Awards.

Para este início de temporada, o desafio do coach está sendo maior, pois a equipe precisa lidar com o streamer Matheus "Picoca" Tavares como Support e o afastamento de Matheus "Mylon" Borges por duas rodadas por conta de punição.

Vinicius "Neki" Ghiliardi - RED Canidsneki-red-treinadores-cblol2016-mycnb

Neki é o treinador do RED Canids, antigo INTZ.Red. Ele é remanescente do 2º Split de 2015. No ano passado, o profissional teve uma campanha regular na estreia na principal competição do Brasil.

O INTZ.Red terminou a Fase de Classificação na 6ª colocação e avançou para as Quartas de Final, mas perdeu para o paiN Gaming por 2 a 0. Em seguida foi derrotado pelo CNB e-Sports Club na disputa de 5º/6º e teve de jogar a Série de Promoção para se manter na elite. A vaga no CBLoL 2016 foi garantida após vitória sobre o Santos Dexterity por 3 a 0.

A carreira de Neki no esporte eletrônico começou no fim de 2012, como manager do Insert Gaming, time que contava com o Mid Laner Thiago "Tinowns" Sartori, hoje na KaBuM. Depois passou por RMA e-Sports, em 2013, e KaBuM, em 2014.

Após uma pausa de seis meses, período em que se dedicou a estudar e aprender sobre o jogo, voltou com o MAD Gaming. Ele foi chamado para o INTZ.Red após boas atuações do MAD nas competições online.

Gabriel "Von" Barbosa - Operation Kinovon-kino-treinadores-cblol2016-mycnb  

Depois de mandar currículo para vários times, Gabriel "Von" Barbosa foi aceito pelo Jayob e-Sports em julho do ano passado. No início, Von fazia mais o papel de analista, mas, com o passar do tempo, começou a se aprimorar para virar treinador.

Ele ajudou a equipe na caminhada no Circuito Desafiante do ano passado. O Jayob chegou à Série de Promoção e tinha boas chances de subir, porém perdeu para a KaBuM.Black por 3 a 2. Mas, com o novo regulamento, a KaBuM.Black não foi vendida e o Jayob assumiu a vaga no CBLoL 2016.

Pouco tempo antes do início da competição o Jayob foi repassado a uma nova organização, a Operation Kino. Esta é a primeira vez de Von na elite do League of Legends brasileiro.

 


Veja também:


Tags: League of legends, djokovic, jukaah, mit, neki, cblol 2016, von, Peter Zhang, abaxial, transao