Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • "O Ayel é como se fosse o menino Neymar", diz coach do RED Canids

"O Ayel é como se fosse o menino Neymar", diz coach do RED Canids

O Solo Top Marcelo "Ayel" Mello é o Neymar do League of Legends brasileiro, na opinião do treinador do RED Canids, Vinicius "Neki" Ghilardi, que fez essa comparação ao explicar a opção de tirá-lo da line-up titular e incluí-lo em esquema de revezamento com Márcio "Eryon" Reis.

Neste sábado (21), Ayel assumiu a titularidade para o confronto contra o Keyd Stars, válido pela Super Semana do 2º Split do Campeonato Brasileiro (CBLoL) 2016, depois de Eryon ter atuado na estreia do time, com derrota diante do CNB e-Sports Club.

Em entrevista ao MyCNB há duas semanas, Neki disse que a substituição de Ayel por Eryon no top era justificada pela falta de preparo e amadurecimento do novato. Depois do empate com o Keyd, o treinador usou de analogia com o craque brasileiro do futebol para explicar a preocupação com o desenvolvimento de Ayel.

"O Ayel é como se fosse o menino Neymar", afirmou Neki. "O menino Neymar demorou para amadurecer, amadureceu e hoje está jogando no Barcelona. O Ayel é a mesma coisa. Ele está ganhando o espaço dele aos poucos e vai ganhar um espaço no cenário para ser o Neymar. Vai ser talvez o melhor top laner do Brasil".

Leia também: Coach do Big Gods: "Só queremos entrar para ganhar e dar o nosso melhor" (clique aqui)
Leia também: Titular na estreia, Zantins não tem vaga assegurada, diz treinador (clique aqui)

ayel-conversa-eryon-red-cblol-2016-2o-split-mycnb
Ayel (esq.) irá revezar com Eryon na top lane do RED Canids (Foto: MyCNB)

Neki contou ter optado por Ayel neste sábado para combater o split push do Solo Top adversário, Leonardo "Robo" Souza. "Eu preferi usar as mecânicas individuais do Ayel para o split push a trabalhar com o Eryon, que joga mais em grupo". No segundo jogo da série md2, o novato teve efetividade e ajudou a equipe a empatar o confronto.

Apesar da boa atuação, Ayel não tem titularidade assegurada. O RED Canids pretende adotar, como outras equipes brasileiras, o revezamento de cyber-atletas na mesma posição.

Segundo Neki, tanto a fase do jogador quanto a tática específica para cada adversário serão consideradas na escolha de quem irá atuar. Ele novamente recorreu a analogias para explicar sua ideia. "Tudo pesa. Assim como o Faker foi cotado para alguns jogos da Semifinal e final por ele não estar em uma fase boa, por o Easyhoon estar numa fase bem melhor, no Brasil pode acontecer isso com os jogadores também. Mas obviamente o SKT não deixou de usar o Faker".

Punido com 6 pontos negativos pela entrega atrasada de documentação de três jogadores inscritos, o RED Canids está na 7ª colocação do CBLoL, com -5 pontos. Clique aqui para ver a cobertura completa do 2º Split do CBLoL 2016.


Veja também:


Tags: League of legends, neki, cblol 2016, ayel, neymar