Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Estreantes e campeões disputam Semifinais do CFEL neste sábado

Estreantes e campeões disputam Semifinais do CFEL neste sábado

Os confrontos das Semifinais do 2º Split do CrossFire Elite League (CFEL) 2016 colocarão frente a frente, neste sábado (8), times vindos da 2ª divisão contra equipes que já venceram seletivas nacionais para torneios internacionais neste ano.

Campeão da 1ª edição de Série de Acesso em 2016 e dono da melhor campanha na Fase de Classificação, o Operation Kino (OPK) enfrentará o Remo Brave, equipe que representará o Brasil no CrossFire Invitational Manila 2016, nos dias 15 e 16. O duelo será neste sábado, às 13 horas.

No mesmo dia, às 15 horas, será a vez de o INTZ duelar contra o Rude Game. Campeões da seletiva para o CrossFire Global Invitational, em junho, os intrépidos estão em busca do quarto título da liga nacional de CrossFire. Já o Rude ficou com o 2º lugar da Série de Acesso e terminou na 3ª colocação da Fase de Classificação no 2º Split.

Dos cyber-atletas de três das quatro equipes semifinalistas que conversaram com o MyCNB, apenas Max "mxm" Marques, do Rude, ousou apontar um favorito ao título: o OPK, "porque tem um time bastante diferenciado". "São cinco jogadores totalmente habilidosos e com experiência; o SUPREMO, por exemplo, já foi para três mundiais".

Mxm, Rafael "mnd" Mendes, do INTZ, e Alécio "v1nni" Vinicius, do Remo, acreditam que as Semifinais serão acirradas. O jogador intrépido espera que os confrontos tenham "alto nível de jogo, tanto taticamente quanto individualmente". O cyber-atleta dos "leões azuis" crê em duelos equilibrados, "assim como na Fase de Grupos" e diz que "as quatro equipes finalistas têm grande potencial para brigar pelo título".

intz-crossfire-agencia-x5
INTZ (foto) defende o título brasileiro, primeiro enfrentando o Rude (Foto: Agência X5)

Os confrontos na visão do trio

Adversário do melhor time da 1ª Fase, v1nni acha que OPK x Remo será um ótimo confronto. Ele e os companheiros estão "indo fortemente preparados". "Eu acho que o OPK tem uma equipe bem forte em termos de skill, assim como nós, o que vai deixar o confronto bem equilibrado", avalia o jogador, para quem o vencedor da série será o time que errar menos.

Para mxm, vai ser muito difícil o Rude derrotar o INTZ por se tratar de um "time muito forte, que tem um entrosamento absurdo" e que conta cyber-atletas experientes. Na 1ª Fase, o time de mxm empatou uma e venceu a outra série contra os intrépidos. Para que o bom retrospecto continue, mas agora no mata-mata, o jogador diz que a equipe terá de jogar com muita raça.

O intrépido mnd afirma que o INTZ não sente pressão pelo fato de o time ser o atual campeão brasileiro. Apesar da fraca performance da equipe diante do Rude na Fase de Classificação, o jogador salienta que "na lan muda tudo" por diversos fatores, como "plateia, pressão exercida pela torcida e o fato de alguns jogadores da Rude nunca terem jogado um campeonato presencial, o que pode afetar o time deles".

Questionado sobre quem gostaria de enfrentar na final, o jogador do INTZ escolheu o Remo Brave por causa da derrota sofrida na seletiva para o CrossFire Invitational Manila, enquanto mxm disse, também em tom de revanche, que gostaria de duelar contra o OPK. Já v1nny disse não ter preferências.

O MyCNB procurou o Operation Kino, mas a assessoria de imprensa da organização negou entrevistas com os jogadores.

Clique aqui para ver a cobertura completa do 2º Split do CrossFire Elite League (CFEL) 2016.


Veja também:


Tags: crossfire, mnd, mxm, cfel, v1nni