Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Equipe deixa divisão de DotA 2 do paiN por divergências com direção

Equipe deixa divisão de DotA 2 do paiN por divergências com direção

O paiN Gaming perdeu sua equipe de DotA 2, a mais vitoriosa do cenário brasileiro. Os cyber-atletas decidiram sair, pois estavam descontentes com a relação com a diretoria da organização.

Adriano "4dr" Machado, William "hFn" Medeiros, Otávio "Tavo" Gabriel, Danylo "KINGRD" Nascimento, Emilano "c4t" Ito e o reserva Marcio "Lil_kin6" Rodrigues continuarão juntos. Eles disputaram, nesse fim de semana, a Final Regional das Américas do World Electronic Sports Games (WESG) 2016, na arena MAX5, em São Paulo, e conquistaram o 2º lugar, classificando-se para a Final Mundial, que será em dezembro, na China.

pain-dota2-bgc2016-mycnbJogadores campeões decidiram deixar o time de DotA 2 do paiN Gaming (Foto: MyCNB)

"Nosso desligamento foi decidido por diversos motivos. Somos gratos pelo tempo que trabalhamos juntos, porém, de uns meses para cá, nossa relação com a organização esteve muito complicada. Era necessário insistir e cobrar diversas vezes para conseguir qualquer exigência nossa, por menor que fosse. Problemas na comunicação e na transparência em questões de planejamento e financeiras entre nosso manager e seus superiores foram vitais para a decisão", contou o KINGRD ao MyCNB.

Procurado, o paiN se pronunciou por meio da assessoria de imprensa: "A paiN, como organização, sempre esteve aberta e disposta a conversar e explicar tudo aos jogadores. Um ou outro atleta não concordou com a forma que as coisas foram conduzidas internamente, mas, em nenhum momento, fechamos as portas ou nos negamos a explicar ou falar sobre qualquer assunto".

Ao UOL Jogos, conforme matéria publicada na sexta-feira (21), o assessor de imprensa do paiN, Rafael Costa, disse que um dos motivos que fizeram com que os jogadores tomassem a decisão de sair foi que o "paiN os proibiu de jogarem" a Final Regional das Américas do WESG porque o torneio iria "contra os princípios da organização ABCDE [Associação Brasileira de Clubes de Esports]". Já ao MyCNB, nesta segunda-feira (24), a assessoria sustentou que não proibiu os cyber-atletas de participarem da competição.

A associação disse que não instruiu o paiN a proibir os cyber-atletas de participarem do campeonato. "Vários times da ABCDE participaram da WeSG e esse torneio não foi realizado junto à associação por ter sido planejado antes da nossa existência. Ainda assim, estamos recebendo feedbacks que a WeSG foi um excelente torneio e que facilmente adotaria as condições da Política de Participação 2016, inclusive porque os últimos eventos na MAX5 estão incríveis", se pronunciou a ABCDE, por meio da assessoria de imprensa.

Sob o comando do capitão 4dr, o paiN dominou o cenário nacional, vencendo as três edições da Brasil Game Cup (BGC), cujas finais são disputadas na Brasil Game Show (BGS), a maior feira de games da América Latina.

O paiN surgiu no cenário dos e-sports no DotA 2, em 2010, por meio de Arthur "Paada" Zarzur, antes jogador e hoje dono da organização. Entre os principais títulos da organização estão: X5 Mega Arena 2014, Brasil Game Cup 2014, X5 Mega Arena 2015, 1º Split da Xtreme League 2015, Brasil Game Cup 2015 e Brasil Game Cup 2016.

"Por enquanto não temos planos de contratar novos jogadores, mas isso não está completamente fora dos planos futuros. Nossos esforços serão com a reestruturação de R6 e, obviamente, LoL, CS e HS", disse a organização, por meio da assessoria de imprensa. 

O time que representava o paiN era composto por:

Adriano "4dr" Machado
William "hFn" Medeiros
Otávio "Tavo" Gabriel
Danylo "KINGRD" Nascimento
Emilano "c4t" Ito

Marcio "Lil_kin6" Rodrigues (reserva)


Veja também:


Tags: dota 2, pain gaming, tavo, 4dr, kingrd, c4t, hfn, Lil_kin6