Siga o MyCNB  


  • Menu
  • Notícias
  • Três semanas após entrada, peacemaker deixa o NRG eSports

Três semanas após entrada, peacemaker deixa o NRG eSports

Durou só três semanas a passagem do treinador brasileiro Luis "peacemaker" Tadeu pela equipe de Counter-Strike Global Offensive do NRG eSports. Ele anunciou sua saída da organização norte-americana na noite dessa sexta-feira (9) por ter "diferentes visões" sobre a condução do time com o NRG.

Ele havia sido contratado em 18 de novembro e, quando entrou, disse considerar que o projeto era "o maior e o mais importante na carreira no CS:GO". O treinador seria também gerente de operações da organização.

"Quando aceitei a oferta do NRG pouco tempo atrás, eu realmente pensei que seria um grande desafio, não apenas para mim, mas para a organização também. Eu disse isso antes, mas é importante repetir: começar uma equipe do zero e lidar com diferentes jogadores ao mesmo tempo certamente tornaram nossas vidas mais difíceis. Me conhecendo, sei que nunca vou abraçar um projeto ou ideia que eu não acredite por completo e, durante esse processo com a NRG, nos encontramos com diferentes visões sobre jogadores e como deveríamos lidar com essa situação. Foi uma decisão difícil, mas eu decidi sair e deixar o NRG seguir sua visão sem causar nenhum drama ou tensão", disse o cyber-atleta, em comunicado publicado no Twitter.

peacemaker-teamliquid-eslconecologne2016-hltv
Treinador brasileiro tem passagens por Team Liquid e NRG eSports (Foto: HLTV.org)

Depois de comandar o brasileiro Tempo Storm (hoje Immortals), peacemaker passou pelo Team Liquid, dos Estados Unidos, do qual se desligou em outubro, ao enfrentar divergências com a direção, conforme informou à época.

O coach não deu detalhes sobre o futuro. "Este, provavelmente, é um dos piores capítulos da minha carreira no CS:GO, mas estou focado e aguardando ansiosamente meu futuro em 2017".


Veja também:


Tags: csgo, team liquid, Counter-Strike Global Offensive, peacemaker