Siga o MyCNB  


  • Menu
  • Notícias
  • Riot diz que Sacy recebeu proposta por "diversas vezes" e pune INTZ

Riot diz que Sacy recebeu proposta por "diversas vezes" e pune INTZ

Em comunicado oficial sobre a punição ao INTZ pela tentativa de aliciamento do AD Carry Gustavo "Sacy" Rossi, nessa sexta-feira (23), a Riot Games Brasil informou que o jogador foi convidado "diversas vezes" a entrar para a equipe, em uma infração da política antialiciamento do League of Legends.

A informação contrapõe o que havia dito um dos donos do INTZ, Lucas Almeida, em comunicado em que a própria organização revelou suas punições. Essa declaração, aliás, levou a desenvolvedora a estender a suspensão a Lucas. Para a Riot, ao "publicar detalhes sigilosos do processo", o INTZ colocou "em risco a integridade física e emocional de Sacy".

De acordo com o anúncio da empresa, Sacy, hoje no RED Canids, foi chamado pelo outro dono do INTZ, Rogério Rodrigues de Almeida, o "Formiga", para a gaming house do time para receber o dinheiro de premiações de campeonatos passados, de quando ainda defendia o INTZ.Red. "Sacy percebeu a estranheza da situação, já que seus colegas haviam recebido o mesmo pagamento via transferência bancária e ele era o único a ser chamado para receber a premiação em mãos e em dinheiro. Para se precaver de um possível mal-entendido, o jogador decidiu gravar as conversas", narrou a Riot.

sacy cblol 2016 riot games
Sacy recebeu tentativa de aliciamento de dono do INTZ (Foto: Riot Games)

Ao contrário do que sustentou o INTZ, de que "em mais de 90 minutos de conversa, não há registro de qualquer proposta feita ao atleta", a Riot informou que a gravação mostrou que Sacy recebeu convite para jogar pelos intrépidos por "diversas vezes". Rogério "Formiga" e o filho dele, Luan Almeida, participaram da conversa.

"Mesmo reiterando durante a conversa que possuía contrato vigente com a RED Canids, Sacy teve medo de que eventuais investigações acabassem por enquadrá-lo como cúmplice de aliciamento e entregou as gravações para a gerência da RED Canids, que formalizou a denúncia junto à Riot Games", descreveu a empresa, que elogiou a atitude do AD Carry, "pois graças a ele a Riot conseguiu punir uma quebra na política antialiciamento, o que é essencial para manter um CBLoL saudável e de alto nível".

No comunicado, a desenvolvedora disse que houve um agravante da situação porque Lucas Almeida decidiu se posicionar publicamente sobre o caso antes da divulgação oficial do resultado da investigação. Segundo a empresa, a publicação do INTZ "deixa de fora muitos detalhes e testemunhos do caso, o que pode gerar interpretações erradas sobre os envolvidos".

"Sacy tornou-se alvo de um ataque constante do público que, sem a devida clarificação do contexto no qual as conversas e gravações foram realizadas, teve a falsa percepção de que o jogador tinha o intuito de prejudicar a INTZ, o que não foi o caso", defendeu a Riot.

Punições

Como punição, o INTZ não poderá inscrever Sacy em campeonatos oficiais de 2017; não poderá utilizar Luan, filho de "Formiga", inscrito como reserva no Campeonato Brasileiro (CBLoL), até 31 de maio de 2017; terá de pagar multa de R$ 5 mil e não contará com a representação dos seus dois donos.

Rogério "Formiga" recebeu suspensão de dez meses competitivos, até 31 de outubro de 2017, por ter feito propostas a Sacy sem o consentimento da direção do RED. Já Lucas Almeida, que antes não havia sido punido, teve igual pena de afastamento por ter violado cláusulas contratuais de não-depreciação e quebra de confidencialidade.

Cuidado

No comunicado sobre o "caso Sacy", a Riot fez questão de descrever que "as partes acusadas foram contatadas ao menos três vezes cada para discutir a situação e tiveram oportunidades para apresentar seus argumentos de defesa". "Os envolvidos colaboraram com as investigações desde o primeiro momento em que foram procurados pelos oficiais da Temporada, fornecendo todas as informações requisitadas e sendo honestos em suas declarações", explicou a desenvolvedora.

É uma maneira de deixar explícitos os procedimentos da investigação, já que o paiN Gaming questionou a Riot em processo judicial em que pedia a liberação de utilizar o Support Caio "Loop" Almeida. Na ação, que ainda não tem decisão da Justiça, a organização sustentou que a desenvolvedora puniu sem investigação e sem dar amplo direito de defesa.

Suspensão na ABCDE

Depois de a investigação sobre a tentativa de aliciamento a Sacy vir à tona, na segunda-feira (19), o RED Canids pediu desligamento da Associação Brasileira de Clubes de Esports (ABCDE), da qual Lucas Almeida era o presidente. Ele acabou afastado do cargo no mesmo dia da saída do RED, após assembleia dos membros da entidade.

Na ocasião, a associação disse que, "caso seja aplicada qualquer penalidade aos membros do INTZ, a ABCDE acatará e irá replicar a punição internamente". Procurada neste sábado (24), a entidade informou, por meio da assessoria de imprensa, que só iria se manifestar na segunda-feira (26). O INTZ também se pronunciará só na semana que vem.


Veja também:


Tags: League of legends, intz, riot games brasil, sacy, red canids, caso sacy