Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Shini pede perdão em post com desabafo sobre ban por elojob

Shini pede perdão em post com desabafo sobre ban por elojob

Participante do 1º Split do Circuito Desafiante de League of Legends de 2017 com o INTZ.Genesis, o Jungler Diogo "Shini” Rogê fez um desabafo em post no Facebook nesse sábado (14) e pediu perdão à comunidade, a profissionais da área e à Riot Games Brasil. De 2015 a 2016, o jogador ficou banido do cenário competitivo pela prática de elojob.

shini-camisa-intz-divulgacao-intzShini contou ter tido a "coragem" de escrever o texto para "matar meus demônios do passado" depois de assistir a oito horas de palestras na sede da Riot em São Paulo, no chamado "Player Summit", evento que reuniu outros cyber-atletas brasileiros.

Em 19 março de 2015, Shini sofreu punição de um ano de afastamento de competições oficiais, como o Campeonato Brasileiro (CBLoL), por ter realizado elojob - prática em que o jogador recebe dinheiro para elevar o nível da conta em terceiros.

Naquele dia, Shini disse, em entrevista exclusiva ao MyCNB, que o ban "não mudou nada" para ele pois não gostava mais de jogar League of Legends, "nem de vez em quando". "Para não desperdiçar as horas que eu investi nesse jogo, fiz elojob".

Ele contou que só havia upado a conta de um jogador, na semana anterior, e não tinha realizado elojob durante a carreira de cyber-atleta, que tinha passagens por Keyd Stars, CNB e-Sports Club e Keyd Warriors.

Shini voltaria a provocar polêmica em um post no Facebook, no qual disse que continuaria fazendo elojob. "É para ganhar dinheiro fazendo algo que sou bom e que posso fazer de casa", explicou ao MyCNB depois, sem nenhum pudor. Ele terminou aquele texto na rede social fazendo uma provocação. "Se o PH [Suman, gerente de e-sports da Riot Games Brasil] quiser me banir por 1000 anos do competitivo, não existe hora melhor do que agora".

Nesse sábado, Shini contou que só fez dois elojobs na vida, o que causou sua suspensão e outro depois do anúncio do ban. "Eu fui investigado e muito pela Riot. Se eu realmente tivesse feito vários igual eu clamei no passado, eu teria sido banido por muuuuuuito mais tempo".

"O texto que escrevi depois de ser banido foi em uma época em que eu era infantil, ignorante e tinha um ego gigantesco, além de ser movido pelo ódio que eu sentia pelo League of Legends no momento. Não me arrependo de ter publicado aquele texto porque, caso eu não o tivesse feito, eu continuaria o mesmo menino egocêntrico e ignorante. Naquela época, eu tinha muita coisa, perder tudo tão rapidamente e ficar vendo a repercussão e o cenário do lado de fora mudou minha perspectiva e meu modo de pensar completamente. Arrependo-me por ser necessário algo tão grande assim pra eu poder acordar da minha ilusão e perceber que o mundo não gira em torno de mim", disse Shini.

"Quero pedir perdão para toda comunidade, a todos que gostavam e não gostavam de mim, a todos os profissionais da área, sejam casters ou outros jogadores, a Riot Games e seus funcionários (foi mal PH) e pedir perdão especial a todos com quem convivi e já me ajudaram de alguma forma. A verdade é que, na única vez em que eu dei o meu melhor, foi no início da minha carreira. Depois de sair da titularidade da Keyd e virar reserva, comecei a levar tudo que tinha e que faziam para mim como garantido, não ajudei os meus companheiros de equipe e a mim mesmo nos times pelos quais passei, muitas vezes me sentindo superior e deixando o time por pura infantilidade", continuou no post. Ele fez questão de citar nominalmente algumas pessoas "com quem falhei". 

O Jungler está na "equipe B" do INTZ para o Circuito Desafiante, o torneio da 2ª divisão do cenário brasileiro. Ele já havia disputado - e ficado com o vice - a competição no 2º Split de 2016 com o Team Genesis, contratado pelo INTZ no fim do ano passado. O time havia vencido a Copa Go4Gold, em setembro.

Procurado pelo MyCNB neste domingo (15), Shini disse que não recebeu orientação da Riot Games Brasil para que fizesse o post no Facebook.

Foto: Divulgação/INTZ


Veja também:


Tags: League of legends, elojob, intz, shini, intz genesis