Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Na Suécia, Orbit treina em gaming office contra tops europeus

Na Suécia, Orbit treina em gaming office contra tops europeus

Os brasileiros do Orbit Esports seguiram na contramão de outros times nacionais de Counter-Strike Global Offensive, que preferiram a América do Norte, e se mudaram para a Suécia, na Europa, continente que tem as equipes mais fortes do cenário internacional. Eles estão morando em Gotemburgo, em uma casa de frente para o mar, treinando com times de ponta e levando uma rotina diferente do convencional, sem gaming house.

Renato "nak" Nakano, Victor "bld V" Junqueira, Jean "mch" Michel D'Oliveira, Vito "kNg" Giuseppe e Caike "caike" Costa desembarcaram na Suécia no dia 28 de janeiro deste ano, depois de terem sido contratados no início daquele mês. Até hoje, participaram de apenas um campeonato online, o Hellcase Cup #2, do qual foram eliminados na Fase de Grupos, com uma vitória e duas derrotas. Eles pretendem participar de todos os próximos classificatórios para as principais competições do mundo.

orbit-csgo-divulgacaoQuinteto brasileiro está morando e treinando em Gotemburgo, na Suécia (Foto: Divulgação)

Embora ainda sejam poucos dias atuando contra os times europeus nos treinamentos, os cyber-atletas já enaltecem a evolução do quinteto. "Batemos de frente com todos os times que treinamos, inclusive ganhando de alguns. Estamos evoluindo bastante e o principal foi ver que temos condições de vencê-los. Temos muito a evoluir como time. Chegamos aqui muito crus, sem nenhum mapa, mas estamos treinando mais de dez horas por dia para compensar essa falta", contou kNg ao MyCNB, acrescentando que o time tem treinado com Astralis e North, da Dinamarca, Virtus.pro, da Polônia, fnatic e Ninjas in Pyajamas (NiP), da Suécia, e Gambit Gaming, do Cazaquistão.

Caike disse que achou que "seria mais tenso" enfrentar os times da Europa, mas os brasileiros conseguiram uma rápida adaptação e estão indo bem nos treinos. "Vencemos alguns, perdemos outros... Aos poucos, estamos evoluindo como time".

nak-kng-orbit-escritorio-divulgacaoQuestionados se os melhores times do mundo estão na Europa, ambos seguiram na mesma linha de pensamento. "Sem dúvida alguma, aqui estão os melhores times. Tirando o SK, tem Virtus.pro, fnatic, Astralis, entre vários outros", opinou caike.

"Acredito que tirando o SK, os melhores estão aqui. No último major, se não me engano, das 16 equipes que estavam, 12 ou 13 eram da Europa", respondeu kNg.

O SK Gaming é o time brasileiro de maior destaque internacional. Liderada por Gabriel "FalleN" Toledo, a equipe conquistou dois títulos mundiais no ano passado e abriu as portas para que outros jogadores do Brasil se mudassem para a América do Norte, como são os casos dos que defendem o Immortals, o Luminosity Gaming e o Dai Dai Gaming.

Gaming office

Morando em uma casa de frente para o mar, o quinteto do Orbit tem experimentado um novo conceito de trabalho, diferente do habitual, no qual os jogadores moram e treinam no mesmo local, nas chamadas gaming houses. Eles estão treinando no escritório da organização, no que chamam de gaming office.

"É muito bom acordar e ter o PC ali do lado para treinar, mas não estamos tendo dificuldade, pois deram um carro para a gente fazer esse trajeto e não leva mais do que dez minutos para estar no escritório. Além disso, é bom para Orbit ver que temos rotina, horários e estamos cumprindo", destacou caike.

Para kNg, "está sendo incrível morar na Suécia". "Não só pelo jogo, mas pela experiência de vida absurda. Moramos em uma casa de frente pro mar, treinamos no escritório que é a 15 minutos de carro [da residência], mas é legal por que a gente não fica preso aqui na casa, tem uma rotina da hora". 


Veja também:


Tags: csgo, Counter-Strike Global Offensive, kng, orbit esport, caike, gaming office