Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Treinador Neki é demitido da KaBuM em meio a crise interna

Treinador Neki é demitido da KaBuM em meio a crise interna

Se a situação da KaBuM para a reta final do 1º Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) 2017 já era complicada com a saída do Mid Laner Guilherme "Vash" Del Buono e as denúncias de más condições de trabalho, a crise pode ter sido ampliada ainda mais. É que o treinador Vinicius "Neki" Ghilardi anunciou nesta quarta-feira (1º) sua saída da equipe após ter sido demitido.

Neki deixa o time dias antes do duelo que pode ser considerado o mais importante da KaBuM no CBLoL. No domingo (5), a equipe enfrentará o Remo Brave, em confronto válido pela 6ª Semana. Os dois times estão na parte de baixo da tabela e uma derrota pode sacramentar o rebaixamento automático. Clique aqui para ver a cobertura completa.

neki-kabum-1split-cblol2017-riotEm meio a crise, treinador Neki foi demitido da KaBuM (Foto: Riot Games)

Desde a derrota para o paiN Gaming, na 5ª Semana, a KaBuM passa por uma turbulência, depois das denúncias levantadas por Vash sobre as condições de trabalho do time, que morava e treinava em um hostel com problemas de energia, internet e falta de ar-condicionado. Vash deixou a line-up titular e está em busca da rescisão contratual com a organização.

Em entrevista ao site do SporTV, Neki havia corroborado as críticas e chegou a dizer que a situação era "desumana". "Desde o começo a gente tem tentado falar com a KaBuM, mas não tinha posicionamento, ou o posicionamento não era o mais rápido possível. Isso criou uma bola de neve. Eu e os jogadores conversamos juntos, e o Vash foi o primeiro a expor a situação. É totalmente desumano".

Em nota ao MyCNB, a KaBuM admitiu que a demissão foi motivada pelas declarações públicas de Neki. "O desligamento ocorreu após o coach expor publicamente, na última semana, sua insatisfação com a KaBuM! e-Sports, além de quebrar diversas cláusulas contratuais. Tais fatos, somados ao baixo desempenho da equipe, resultaram em um processo de reformulação do time de Legue of Legends da organização".

Diante da repercussão negativa do caso, a KaBuM se mobilizou e hospedará os jogadores em um hotel. Os treinamentos serão no estúdio da Riot Games Brasil, em São Paulo.

Conforme apurou o MyCNB, a equipe ainda não retornou aos treinos, suspensos desde o dia 20 de fevereiro, pois a KaBuM ainda não teria um posicionamento sobre quem assumirá a posição deixada por Vash. A organização tem quatro jogadores inscritos como reservas: Renan "Nyu" Augusto, Alaor "Tomate" Leão, Ricardo "BabyMisty" Kawakami e Alexandre "Titan" Lima.

KaBuM 

Luccas "Zantins" Zanqueta (Top Laner)
Daniel "Danagorn" Drummond (Jungler)
Renato "TheFoxz" Souza (AD Carry)
Marcelo "Riyev" Carrara (Support)

Renan "Nyu" Augusto (reserva)
Alaor "Tomate" Leão (reserva)
Ricardo "BabyMisty" Kawakami (reserva)
Alexandre "Titan" Lima (reserva) 


Veja também:


Tags: League of legends, kabum, vash, neki, cblol 2017