Siga o MyCNB  


  • Menu
  • Notícias
  • Especialistas: Times do Desafiante melhoraram por conta de estrutura

Especialistas: Times do Desafiante melhoraram por conta de estrutura

O inédito acesso de três equipes do Circuito Desafiante para o Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) pode ser explicado pelo investimento realizado pelas organizações na 2ª divisão, segundo especialistas ouvidos pelo MyCNB.

Depois de boas campanhas no Desafiante, INTZ Genesis e ProGaming e-Sports venceram Operation Kino (OPK) e KaBuM, respectivamente, nas Séries de Promoção, e se classificaram para o 2º Split do CBLoL 2017. Na história do CBLoL, isso nunca havia acontecido. O T Show, campeão da 2ª divisão, também subiu para a elite.

Por ter sido algo inédito, depois dos triunfos dos desafiantes, ficou a pergunta: os times do CBLoL caíram de nível ou os do Desafiante é que melhoraram?

"Não acredito que devemos colocar tudo no mesmo bolo e temos de olhar separadamente para cada time e confronto. Entre Kino e Genesis, acredito que devamos enaltecer a INTZ por ter dado boa parte da sua estrutura campeã para o desenvolvimento desses novos jogadores e isso foi fundamental. Agora, entre KaBuM e ProGaming, eram, praticamente, dois times de calibre de CBLoL se enfrentando. Este elenco da ProGaming já havia sido 3º colocado com um atirador diferente e a KaBuM vinha passando por muitas dificuldades e problemas de preparação", opinou o analista Gustavo "Melao13" Ruzza.

"Resumidamente, os dois times que vieram do Desafiante vieram mais fortes do que no último um ano e meio por motivos diferentes, e os times de CBLoL que jogaram a Série de Promoção estavam na mesma força que no mesmo período anterior", complementou o especialista.

progaming-comemoracao-seriepromocao-cblol2017-riotCom base de CBLoL, ProGaming e-Sports conseguiu acesso à elite (Foto: Riot Games)

Já o treinador do CNB e-Sports Club, Hugo "Galfi" Augusto, acredita que os times do Desafiante melhoraram em relação aos do CBLoL. "Com a descida dos jogadores da ProGaming [que antes jogaram no CBLoL] e a experiência dos jogadores da Genesis, o Circuito Desafiante ganhou muita qualidade. Isso, aliado aos frequentes treinos que eles têm com os times da elite, na minha opinião, fez com que os times do CD tivessem condições de bater os times do fundo da tabela do CBLoL".

O narrador Diego "Toboco" Pereira destacou o investimento realizado pelos times da 2ª divisão e acredita que a crescente no nível do Desafiante é uma evolução natural do cenário.

"Eu acredito que é uma evolução dos times do Desafiante porque a gente vê um investimento muito maior por parte dessas organizações. Quase todos os times do CD têm gaming houses e contam com staff, treinador e até mesmo outras funções, inclusive, a INTZ Genesis, por exemplo, tinha mais estrutura do que alguns times do CBLoL. Então acho que isso é uma evolução natural do mercado, os times do Desafiante vão se preparar mais e ter uma staff mais adequada", observou.

Ex-treinador no Circuito Desafiante e coapresentador do programa "Late Game Show", Eduardo "etsblade" Souza também destacou a estruturação das equipes e a experiência dos jogadores que atuaram na 2ª divisão.

"No caso da KaBuM dá para falar que teve uma queda, sim, por causa dos problemas que passaram, de toda história que veio à tona. Agora, de fato, o Desafiante evoluiu muito. Eu creio que seja por causa da diversidade de opções novas que a gente viu lá. Tivemos a ProGaming, que é uma equipe que a base já passou pelo CBLoL, e a INTZ Genesis, com uma estrutura técnica muito boa, a mesma da INTZ, e isso ficou bem claro em certos pontos deles, tanto no Desafiante como na Relegation. A T Show, que é a grande campeã, traz jogadores que são bastantes experientes no CD mesmo. Até a Iron Hawks, que não se classificou, tinha jogadores experientes lá", destacou etsblade.

Os problemas da KaBuM aos quais etsblade se refere são os que ex-Mid Laner da equipe, Guilherme "Vash" Del Buono, trouxe à tona ainda durante a Fase de Classificação. Ele revelou as más condições de trabalho enfrentadas pelos jogadores, que moravam em um hostel.

intz-genesis-seriepromocao-cblol2017-riotgamesGenesis contou com estrutura do INTZ para chegar ao CBLoL (Foto: Riot Games)

O feito inédito realizado neste Split servirá para que novos investidores passem a olhar mais para a 2ª divisão, na opinião de Diego “Lunacy” Oliveira, atual comentarista da ESL Brasil Premier League.

"Mostra que, dando estrutura, mesmo time com jogadores inexperientes, no caso da T Show, você consegue se classificar pro CBLoL. Financeiramente falando, acho que o pessoal vai perceber agora, como a INTZ Genesis, que vagas do Desafiante são baratas e é um investimento ótimo porque você pode transformar isso num valor muito maior depois com a vaga pro CBLoL", opinou. 


Veja também:


Tags: League of legends, t show, progaming e-sports, cblol 2017, circuito desafiante 2017, intz genesis