Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Após reserva, brTT dá a volta por cima e conquista quarto CBLoL

Após reserva, brTT dá a volta por cima e conquista quarto CBLoL

Da reserva à titularidade. Do fundo do poço ao topo do pódio. Foi uma bonita história de superação a conquista do 1º Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) 2017 pelo AD Carry Felipe "brTT" Gonçalves. Jogando pelo RED Canids, o renomado cyber-atleta conquistou o quarto título de torneio nacional oficial da carreira.

"Essa sensação é a melhor possível. É uma volta por cima que eu estou dando, depois de um ano muito conturbado, o pior da minha carreira e da minha vida. Eu estou realmente muito feliz e só tenho a agradecer aos companheiros por proporcionarem isso para mim", disse o astro, em entrevista coletiva após a vitória na decisão contra o Keyd Stars, em Recife (PE), neste sábado (8).

Em 2016, brTT teve uma temporada ruim. No 1º Split, utilizando o streamer Matheus "Picoca" Tavares como Support improvisado, o paiN ficou na 6ª colocação e teve de disputar, pela primeira vez em sua história, a Série de Promoção. No 2º Split, o atirador perdeu o posto de titular para Rodrigo "TaeYeon" Panisa antes mesmo de o campeonato começar.

Leia também: Gerente da Riot desconversa sobre caso KaBuM: "Não fazemos comentários" (clique aqui)

brtt-assiste-pain-cblol-2016-2o-split-superweek-mycnbNo 2º Split do ano passado, brTT apenas assistiu aos jogos do paiN (Foto: MyCNB)

A justificativa do treinador, Gabriel "MiT" Souza, era de que "algumas atitudes e ações" de brTT não foram correspondentes à "ideia de treinar e se dedicar um pouco mais". Na época, o jogador estava morando com a noiva e ia para a gaming house do paiN nos horários de treinamento. O Mid Laner Gabriel "Kami" Santos disse ao MyCNB, naquela ocasião, que TaeYeon deveria continuar sendo titular após a Super Semana inicial.

Foi o que aconteceu. Conforme as rodadas iam sendo realizadas, brTT continuava na reserva. Ele até acompanhou os companheiros no estúdio da Riot Games Brasil, em São Paulo, no início, mas tinha postura muito reservada e quieta. Nas últimas fases da competição, deixou de ir ao local, em uma demonstração de isolamento.

Em novembro do ano passado, brTT decidiu não renovar o contrato com a organização pela qual conquistou dois títulos brasileiros, em 2013 e 2015. "Perdi a confiança no meu time", explicou o jogador à época, em entrevista ao MyCNB.

No mês seguinte, brTT entrou para o RED Canids e voltou a formar dupla com o francês Hugo "Dioud" Padioleau, com quem venceu o CBLoL de 2015, no Allianz Parque, em São Paulo. Foi a redenção do jogador, que se mudou para o centro de treinamento da "matilha" e recuperou a auto-estima e as boas performances de outrora.

pain-campeao-2split2015-riotCom o paiN, brTT levantou o troféu de campeão brasileiro em 2015 (Foto: Riot Games)

Ele teve papel importante no bom desempenho do RED na Fase de Classificação do 1º Split do CBLoL 2017. O time venceu as cinco primeiras séries e só caiu de produção na reta final, empatando e perdendo os dois últimos confrontos.

Na Semifinal, a equipe avermelhada derrotou o paiN. No meio daquela série, entrou no Facebook de brTT um texto programado sobre a rivalidade com sua ex-equipe. Ele disse não ser inimigo do paiN. "Essa organização foi meu berço e meu lar por muitos anos e me decepciona os próprios fãs botarem tanta fé em uma rivalidade que alguém vendeu por aí. Dentro de mim não tem nenhum sentimento de ódio e muito menos de vingança", escreveu.

Neste sábado, o RED triunfou sobre o Keyd, e brTT pôde voltar a soltar o grito de campeão novamente, superando as adversidades que viveu nos últimos tempos.

"Com certeza eu usei isso como motivação e incentivo para me dedicar mais, sempre acordar o mais cedo possível e dormir o mais tarde possível, dando meu máximo e mostrando isso para o time", contou brTT.

Foi o quarto título de competição nacional oficial da carreira do astro. Além das duas conquistas pelo paiN, ambas de 2º Split, em 2013 e 2015, brTT venceu a Liga Brasileira - Série dos Campeões, em 2014, pelo Keyd.

brtt-comemora-maos-cima-final-cblol-2017-riot-games
brTT vibra na final do 1º Split do CBLoL 2017 contra o Keyd (Foto: Riot Games)

Parceria

Na entrevista coletiva, brTT exaltou a parceria com o reserva, Gustavo "Sacy" Rossi, que atuou nas últimas duas partidas da série vencida por 3 a 0. "Eu tenho muito a agradecer ao Sacy por ser o jogador excelente que é e fazer com que eu me dedique cada vez mais. Tendo um jogador como ele na casa, eu sei que pode parecer feio falar isso, mas eu posso perder meu lugar a qualquer momento. Ele fez eu treinar muito e a gente está sempre se ajudando. Eu diria que o Sacy foi essencial para a minha melhora individual e também para o time".

Sacy disse nunca ter imaginado que dividiria posição com brTT, quem classificou como uma lenda dos esportes eletrônicos. "Quando começaram os treinos, eu vi que poderia aprender muito, com quem está desde o começo e é uma lenda. Eu aproveitei ao máximo e estou muito feliz com a confiança que temos um no outro. Eu ganhei a confiança dele".

* O jornalista viajou a Recife a convite da Riot Games Brasil


Veja também:


Tags: League of legends, brtt, red canids, cblol 2017