Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • União, confiança e treino levaram ao título do CBLoL, diz RED Canids

União, confiança e treino levaram ao título do CBLoL, diz RED Canids

União, confiança e treino. Esses foram os fatores apontados pelo RED Canids para o título do 1º Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) 2017, conquistado na casa de shows Classic Hall, em Recife (PE), neste sábado (8). O time bateu o Keyd Stars por 3 a 0 na decisão.

Titular em duas das três partidas da final, atuando pela primeira vez na temporada, o AD Carry Gustavo "Sacy" Rossi falou sobre os três pontos que fizeram a diferença na campanha da equipe.

"Primeiro, união, que nós conseguimos desenvolver durante a temporada. Isso é uma coisa que falta bastante nos times do Brasil, não tem que ter só dentro do jogo, mas sim fora; segundo é a confiança, que eu acho que é o mais importante, tanto para mim quanto para o YoDa, porque quando você vai jogar e tem aquela confiança dos players que estão com você e da staff, dá um 'boost'; e terceiro, treino. Nós nunca paramos de pensar 'vamos nos dedicar', 'vamos treinar' e 'vamos superar nós mesmos'. Nós sempre focamos na gente e não nos outros", disse Sacy, em entrevista coletiva após a vitória.

Leia também: Criado em meio a polêmica, RED chega ao topo em 1 ano e meio (clique aqui)
Leia também: Após reserva, brTT dá a volta por cima e conquista quarto CBLoL (clique aqui)

Leia também: Gerente da Riot desconversa sobre caso KaBuM: "Não fazemos comentários" (clique aqui)

brtt-yoda-comemoram-final-cblol-2017-riot-games
YoDa (meio) e brTT (dir.) saíram na duas últimas partidas (Foto: Riot Games)

Na decisão, a equipe fez bom uso de seus reservas. Felipe "YoDa" Noronha começou jogando e deu lugar a Gabriel "tockers" Claumann, titular em toda a Fase de Classificação, no segundo jogo. Sacy também entrou depois da partida inicial, substituindo o astro Felipe "brTT" Gonçalves.

Tockers, que havia ficado fora da Semifinal por conta de uma tendinite, explicou como as entradas de YoDa e Sacy foram pensadas. "Eles já vinham treinando desde o início do Split, porém, com a experiência que eu e brTT trazíamos, era muito nítida a diferença. Eles treinavam toda semana, às vezes a mesma quantidade que eu e brTT, porém o time se sentia mais confortável com a gente, até o ponto que o time começou a criar independência. Foi nesse o ponto que o YoDa e o Sacy começaram a jogar e vimos que dava para usar. Foi só uma evolução natural do time".

Ele também disse que não esperava o 3 a 0 e contava com uma série mais difícil e destacou a oportunidade de finalmente provar o seu valor, estando fora do INTZ, com o qual conquistou três títulos de CBLoL nas temporada 2015 e 2016. "Eu aprendi bastante coisa jogando com pessoas diferentes. Ter chegado à final e ganhado, principalmente do Yang e Revolta, tinha toda aquela coisa em volta deles, foi muito gratificante para mim, porque muitas vezes as pessoas falavam 'troca o tockers da INTZ e vão ser disparado o melhor time do Brasil'. Tinha muito isso. Eu jogava bem no INTZ, mas [a equipe] tinha um estilo de jogo que não tinha o que fazer para mim. Eu era meio que refém do time. Eu queria mostrar que podia me provar e que sou realmente um jogador que as pessoas não viam".

Com o título do CBLoL, o RED Canids vai representar o Brasil no Mid-Season Invitational (MSI) 2017, torneio de meio de temporada que será realizado em São Paulo e no Rio de Janeiro, de 28 de abril a 21 de maio, com a participação dos times campeões do primeiro semestre em 13 cenários.

* O jornalista viajou a Recife a convite da Riot Games Brasil


Veja também:


Tags: League of legends, brtt, tockers, sacy, yoda, red canids, cblol 2017