Siga o MyCNB  


  • Menu
  • Notícias
  • Após MSI, YoDa deixa RED e faz pausa na carreira de cyber-atleta

Após MSI, YoDa deixa RED e faz pausa na carreira de cyber-atleta

Depois do título do 1º Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) 2017 e da participação no Mid-Season Invitational (MSI) 2017, o Mid Laner Felipe "YoDa" Noronha deixou o RED Canids e anunciou que irá fazer uma pausa na carreira de cyber-atleta profissional.

O próprio jogador anunciou a decisão em vídeo publicado no Youtube nesta terça-feira (2). "Não posso dizer se vou aposentar ou não, mas eu estou parando de jogar por um tempo", explicou o jogador, que estava no cenário competitivo desde junho de 2014. 

"Quando você começa a jogar, a galera só olha para o lado bom, mas existem, sim, coisas negativas", disse YoDa no vídeo. "O primeiro é o estresse da rotina. Não é algo impossível de fazer, mas é uma rotina que exige muito foco naquilo e eu tenho vários projetos para tocar. Eu coloquei na minha cabeça que eu não consigo fazer isso se eu continuar jogando. Querendo ou não, você fica preso naquilo [na rotina], você meio que entra numa caixa, fica naquilo e acha que é só ali. Você nem sempre consegue ser quem você é, você meio que tem que se moldar. Eu gosto disso e não gosto, então, para o momento que eu estou agora, é melhor eu parar de jogar".  


YoDa decidiu fazer pausa na carreira de jogador profissional (Foto: Riot Games)

Com o RED, YoDa conquistou o título do 1º Split do CBLoL e representou o Brasil no MSI, cuja Fase de Entrada acontece em São Paulo. A equipe brasileira terminou em 2º lugar do Grupo A e caiu logo na 1ª Rodada. "Eu conquistei um sonho. A maioria da galera sabe que eu tinha o sonho de representar o Brasil lá fora e de ganhar o CBLoL. Era algo que eu sempre quis e eu consegui dar essa volta por cima. A segunda coisa, acho que a vontade de me provar, para os colegas de equipe, para mim mesmo e para vocês, para a galera que não achava que eu tinha capacidade de jogar em alto nível, então eu consegui fazer isso também".

Depois das boas atuações nas Semifinais e na Grande Final do CBLoL, YoDa quase viu o sonho de defender o Brasil em uma competição internacional indo por água abaixo depois de uma postagem no Twitter com uma "piada" sobre os japoneses do Rampage, mal recebida pela comunidade internacional. O Mid Laner foi suspenso por três partidas e multado em US$ 2 mil acusado de "linguagem racial ofensiva", conforme comunicado da Riot Games.

Inscrito como primeiro reserva no MSI e, portanto, apto a atuar em mudanças estratégicas, o Mid Laner entrou para jogar a última partida do RED no torneio. Já eliminado, o time brasileiro venceu o SuperMassive, da Turquia.

No comunicado, o cyber-atleta voltou a falar da punição. "Eu acho justa, mas o que eu mais aprendi foi o quanto o mundo ainda está preconceituoso, xenofóbico e racista. Para um comunicado tão inocente, com um único intuito de tirar um sorriso de cada um de vocês, um comentário que fiz sem maldade nenhuma, a galera pegar isso e transformar em algo tão ruim, significa que o mundo precisa mudar muito. Eu não quero deixar de ser quem eu sou".

Para finalizar, YoDa agradeceu a todos os times e jogadores com quem já trabalhou e disse que irá continuar no cenário de e-sports como streamer.

Trajetória 

YoDa começou a carreira no cenário competitivo atuando pelo o LegendsBR, time pelo qual disputou a Final Regional Brasileira, em 2014. Ele e os companheiros terminaram na 5ª/8ª colocação.

Em setembro do mesmo ano, o Mid Laner transferiu-se para o IMP e-Sports, onde ficou até abril de 2015, atuando na 2ª divisão. Naquele período, o cyber-atleta começou a ganhar destaque nacional pelas streams.

O primeiro time da elite foi o CNB e-Sports Club, time que defendeu de abril de 2015 a fevereiro do ano seguinte. Depois do 5º lugar no 2º Split no CBLoL 2015, YoDa deu lugar a Guilherme "Vash" Del Buono, quando o CNB estava ameaçado de ser rebaixado no 1º Split de 2016.

yoda-cnb-1split-s2-riotgames
Primeiro clube da elite do Mid Laner foi o CNB e-Sports Club (Foto: Riot Games)

Depois de deixar o CNB, YoDa teve uma rápida passagem pelo time da Ilha da Macacada Gaming, com o qual disputou a seletiva para o 2º Split do Circuito Desafiante 2016.

Para a 2ª etapa daquele ano, o Mid Laner acertou transferência para o RED Canids, mas para atuar como Jungler. Novamente, o cyber-atleta teve de lidar com a parte de baixo da tabela. A equipe terminou a 1ª Fase em 7º lugar e precisou vencer o Team Genesis por 3 a 1 na Série de Promoção para permanecer na elite.

Depois do sufoco, o RED preparou um time forte para a temporada 2017. Com nomes de destaque no cenário nacional, YoDa perdeu o posto de titular para Gabriel "tockers" Claumann, ex-INTZ.

YoDa passou a 1ª Fase inteira na reserva, tendo a primeira oportunidade apenas na Semifinal diante do paiN Gaming. A decisão foi inesperada, já que tockers vinha sendo o grande nome da equipe, mas YoDa não decepcionou, jogou muito bem e ajudou o RED a chegar na decisão com vitória por 3 a 1.

Na Grande Final, contra o Keyd Stars, YoDa começou como titular, mas depois deu lugar ao companheiro de posição. Depois de uma série arrasadora, o RED venceu por 3 a 0 e conquistou o título e a vaga no MSI 2017.

A pausa na carreira vem justamente no que é considerado o melhor momento da carreira do cyber-atleta, mas que também teve uma polêmica internacional. 


Veja também:


Tags: League of legends, yoda, red canids, cblol 2017