Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Tay diz estar adaptado à jungle, mas vê espaço para melhora

Tay diz estar adaptado à jungle, mas vê espaço para melhora

Estreante como Jungler titular no Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL), o versátil Rodrigo "Tay" Panisa disse que ainda tem "muito espaço para poder melhorar" e que precisa aprender a ser agressivo na "hora certa".

Ele conversou com o MyCNB após a derrota do paiN Gaming para o RED Canids, na 1ª Rodada do 2º Split do CBLoL 2017, nesse sábado (3). O confronto marcou a estreia dele como Jungler de ofício. No Split passado, Tay jogou, mas revezando com o experiente Thúlio "sirT" Carlos. Com a saída do companheiro para o Big Gods Jackals, nos Estados Unidos, o jogador ganhou a posição.

"Eu acho que tenho muito espaço para poder melhorar. Eu cometo bastantes erros de dar 'overextend' pelo fato de que, quando eu jogava mid, era bem agressivo. Na jungle isso dá certo, mas você tem que saber a hora certa, porque, sendo agressivo em uma hora ruim, você morre", explicou Tay.

Ele disse, entretanto, que está bem adaptado à role. "Pelo fato de eu ter tido muito tempo para eu poder me adaptar, eu acho que está sendo de boa. Eu tive muita ajuda na época em que o Thúlio estava no time. Tive muitas informações para trabalhar e, como eu já joguei na equipe em outra role, eu sei como nós funcionamos".

Leia também: Com quatro opções de bot lane, RED vai intensificar revezamento de jogadores (clique aqui)
Leia também: Professor volta ao CBLoL com vitória: "Estava muito nervoso" (clique aqui)
Leia também: 2º Split do CBLoL 2017 tem 15,5% de cyber-atletas estreantes (clique aqui)

tay-pain-gaming-cblol-2017-maior-2o-split-riot-games
Tay estreou como Jungler titular no CBLoL pelo paiN Gaming (Foto: Riot Games)

Estreia

Tay ressaltou que estrear com derrota "é sempre ruim", mas destacou o poder do RED Canids, campeão do 1º Split de 2017. "Nós nos dedicamos e nos preparamos muito para este jogo, mas esperávamos que seria um jogo muito difícil. E foi, tanto que nós perdemos. Mas o campeonato é longo e temos muito espaço para melhorar como time. Estamos mudando muitas coisas, dentro e fora do jogo".

Em relação ao 1º Split, o paiN se despediu de sirT e do técnico Gabriel "MiT" Souza. Na comissão técnica, a organização fez rearranjo interno, colocando o dono, Arthur "Paada" Zarzur, como treinador-chefe, e o ex-reserva César "juc" Barbosa como técnico-assistente para acompanhar os jogadores na fase de picks e bans do CBLoL. O britânico John "Rnglol" Crichton, antes analista, passou a ser treinador-estratégico.

Para o Mid Laner Gabriel "Kami" Santos, a derrota também não é preocupante. "Eu acredito que não pode e nem deve preocupar. De fato, começar o Split perdendo não é o que esperávamos, mas aconteceu. Eu acredito que a RED demonstrou ser um time superior e precisamos trabalhar em cima do que podemos melhorar para as próximas [partidas]. As primeiras semanas de Split são sempre um pouco confusas, porque não sabemos muito bem o que esperar, o que vão fazer e como está o time. Nós esperamos que, para as próximas, a gente já se adeque ao que precisamos fazer pela vitória".

pain-tay-centro-cblol-2017-2o-split-riot-games
paiN passou por reformulação interna para montar comissão técnica (Foto: Riot Games)

Clique aqui para ver a cobertura completa do 2º Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2017


Veja também:


Tags: League of legends, pain gaming, cblol 2017 2o split, tay, jungle