Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • INTZ lamenta em vitória e CNB se anima com jogos de derrota

INTZ lamenta em vitória e CNB se anima com jogos de derrota

O primeiro confronto deste domingo (4) no 2º Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) 2017 terminou com reações inesperadas ao resultado. Vencedor, o INTZ lamentou a maneira como os triunfos aconteceram. Perdedor, o CNB e-Sports Club se animou com os jogos em que acabou derrotado.

Pode parecer estranho, mas foram essas as avaliações dos cyber-atletas das duas equipes, após a série em que os intrépidos levaram a melhor, com partidas emocionantes e de desfechos surpreendentes.

No primeiro jogo, o INTZ abriu vantagem, mas os blumers se recuperaram e estiveram perto da vitória. Entretanto, aproveitando a ida do CNB para o barão, a equipe de Micael "micao" Rodrigues avançou pelo meio, destruiu o inibidor e derrubou o Nexus.

Mas a surpresa mesmo viria na segunda partida, em que o CNB dominou graças à atuação espetacular do Mid Laner Thiago "TinOwns" Sartori, de LeBlanc. O placar de abates elástico e o controle do mapa não levaram ao triunfo. Mesmo com a base intrépida aberta, com os três inibidores no chão, o CNB não conseguiu chegar ao Nexus.

Depois de uma luta em que mataram TinOwns e o AD Carry Pablo "pbO" Yuri, micaO e companhia só seguiram para a base dos blumers e, mesmo estando atrás em ouro, selaram a vitória por 2 a 0.

intz-abraca-vence-cnb-cblol-2017-2o-split-riot-games-correto
INTZ venceu jogos emocionantes contra o CNB no CBLoL 2017 (Foto: Riot Games)

Insatisfação

Sorridente, o Mid Laner Bruno "envy" Farias disse que a vitória "não tem muito gosto de vitória" por conta das falhas cometidas pela equipe. "Vamos ter que assistir aos jogos, porque tivemos muitos erros nos dois. Não estamos jogando o que conseguimos ainda".

Ele explicou que, na primeira partida do confronto md2, os jogadores foram muito conservadores e perderam a vantagem e, na segunda, a equipe soube lidar com a pressão do CNB.

"No primeiro jogo, jogamos muito bem o early e mid game, jogamos tudo o que conseguíamos fazer, tudo o que planejamos. Mas nós ficamos com muito medo, era o primeiro dia de CBLoL, jogamos muito 'safe'. Podíamos ter acabado o jogo em 26 minutos. Eles tinham Caitlyn, Ivern e Ahri, que só limpavam e botavam 'traps' quando íamos fazer 'siege'. Foi isso que atrasou um pouco nosso jogo. Nós jogamos mal. No segundo, quando deu 10 minutos e estava uns 10 a 0, todo mundo estava falando que conseguiríamos ganhar. Era só instalar o jogo que a nossa composição era melhor no late game. Deixamos que eles fizessem o que queriam e nós fomos farmando e escalando. Eles não fizeram o dragão de água, tinham que ter feito para pegar o dragão ancião. Eles erraram muito nisso e, por isso, não conseguiram bater na torre de Nexus. Nós só puxávamos. E o Tin também estava entrando muito seco na jungle. Ele não tinha visão e estava confiando muito no ultimate do Shen. O Kha'Zix conseguiu dois pickoffs. No último, matou o Tin e o Ez. Vimos nisso a oportunidade para tentar dar GG. Era o único jeito", analisou envy.

Assim como o companheiro, o Jungler Gabriel "Turtle" Peixoto, acredita que as vitórias heroicas não animam o INTZ. "Nós ganhamos, mas não ficamos felizes", disse o jogador ao MyCNB. "Nós sabemos que a nossa vitória não foi tão boa quanto esperávamos. Foi horrível, na verdade. Por um lado é bom que é no começo do Split, conseguimos ver os erros que cometemos e consertá-los".

shini-envy-intz-abracam-cblol-2017-2o-split-riot-games
Jogadores não ficaram satisfeitos com a maneira com que o INTZ jogou (Foto: Riot Games)

Animação

Já os cyber-atletas do CNB, apesar das derrotas históricas, com erros cruciais em tomadas de decisão, demonstraram animação. Eles ficaram satisfeitos com a maneira com que a equipe jogou, já que os treinamentos não estavam sendo bons.

"Nossas atuações em treinos não estavam vindo muito boas. Não estávamos conseguindo colocar o nosso jogo e encaixar. Sendo bem sincero, sabíamos que ia ser muito difícil tirar um jogo da INTZ nesta série e acabou que tivemos jogos em que tivemos muito perto de ganhar", relativizou TinOwns, em entrevista ao MyCNB.

Questionado se, por justamente terem perdido depois de estarem com os jogos nas mãos, não há sentimento de tristeza, o Mid Laner respondeu: "Ficamos um pouco frustrados, ainda mais no segundo jogo, em que estávamos sempre na frente, mas não adianta ficar chorando por causa disso. Eu acho que é bola para a frente. Temos que ver o que erramos e o que poderíamos ter feito para não acontecer de novo".

PbO, que teve excelente atuação na primeira partida, disse que a série contra o INTZ "animou bastante" os blumers. "Nós quase arrancamos o 2 a 0 contra a INTZ. Por mais que no primeiro jogo estivesse difícil, conseguimos dar a volta por cima. Mas tomamos uma decisão errada e acabaram levando tudo. Na hora nós achamos que ia dar certo, pegar barão e voltar base, mas não deu".

O atirador admitiu que o time mantém os mesmos erros do Split passado, falhando nas tomadas de decisão, mas demonstrou confiança. "Estamos tentando arrumar, tem a staff nova, que está pegando no nosso pé em relação a isso, early game, rotação, essas coisas. Só que aconteceu de novo".

cnb-roda-cblol-2017-2o-split-riot-games
CNB tinha jogos nas mãos, mas acabou derrotado por 2 a 0 (Foto: Riot Gamers)

Adaptação

Os dois jogadores do CNB revelaram que, apesar de a organização contar agora com uma comissão técnica forte, com dois estrangeiros, o time ainda não se adaptou à ela. Isso porque conta da diferença de linguagem e do choque cultural de estilos de jogo. O britânico Joseph "Strong" Edwards é o treinador e o sul-coreano Ham "Lustboy" Jang-sik atua à distância como analista.

"Meio que não estava dando certo, muito pelos pensamentos que eles tinham, eram muito diferentes do nosso, e agora estamos encaixando. O Strong fazia o papel dele, mas não conversava muito conosco. Agora que estamos ficando mais próximos dele e eu acho que isso tende a melhorar", explicou TinOwns, citando ainda a dificuldade de comunicação com o novo treinador. "Ninguém do time fala muito bem inglês, então meio que ele estava fazendo as coisas e os drafts sozinho, na dele, meio que nos atrapalhando, nos deixando desconfortáveis. Nos últimos dias nós temos conversado bastante para melhorar isso. Só tende a melhorar. Por isso não fiquei triste com essa derrota".

strong-conversa-cnb-cblol-2017-2o-split-riot-games
Jogadores ainda não se entrosaram com o coach Strong (dir.) (Foto: Riot Games)

Clique aqui para ver a cobertura completa do 2º Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2017


Veja também:


Tags: cnb e-Sports club, League of legends, intz, turtle, pbo, envy, tinowns, cblol 2017 2o split