Siga o MyCNB  


  • Menu
  • Notícias
  • Uso de zirigui contra ProGaming foi decisão da direção do Keyd

Uso de zirigui contra ProGaming foi decisão da direção do Keyd

Foi a direção do Keyd Stars que determinou a entrada do Support Pedro "ziriguidun" Ferreira no confronto contra o ProGaming e-Sports, nesse domingo (25), pela 4ª Rodada do 2º Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) 2017.

O uso de ziriguidun como titular surpreendeu, já que ele não teve boas atuações na primeira semana, na qual a equipe perdeu para o Team One, e deixou o elenco titular ao ser substituído pelo AD Carry André "esA" Pavezi a partir da 2ª Rodada. O time venceu CNB e-Sports Club e T Show.

Nessa 4ª Semana, ziriguidun jogou a primeira partida da md2, teve mais uma performance ruim e o Keyd perdeu. No segundo jogo, com esA formando a bot lane com o atirador Gabriel "Juzinho" Nishimura, o time venceu com facilidade e empatou a série com o ProGaming.

ziriguidun-lado-edu-fundo-cblol-2017-riot-games
ziriguidun voltou a atuar pelo Keyd, mas teve atuação ruim (Foto: Riot Games)

Antes das entrevistas à imprensa, realizadas após as partidas, os membros do Keyd se reuniram para uma conversa. Nela, conforme apurou o MyCNB, a direção da organização afinou o discurso com os integrantes destacados para atender a imprensa sobre a utilização de ziriguidun e os orientou a não entrar em detalhes sobre a decisão.

A diretoria prometeu uma explicação sobre o assunto nesta segunda-feira (26), o que não aconteceu até a publicação desta matéria. O Keyd anunciou a line-up para o torneio Rift Rivals sem ziriguidun.

Quando falou com o MyCNB, no domingo, o Jungler Gabriel "Revolta" Henud adiantou que a entrada de ziriguidun havia sido uma decisão administrativa, mas desconversou quando questionado sobre o motivo. "Nós conseguimos usar todos os reservas durante os treinos na semana. Tem dois blocos de treinos por dia e nós vamos revezando. O Days joga, o Xanado joga, o ziriguidun joga, o esA joga... Todo mundo vai jogando e nós vemos que, para alguns casos, um player é melhor, outro vai se encaixar mais. Vamos revezando e usamos no CBLoL o que considerarmos melhor".

Ele disse que não considera ziriguidun o ponto fraco da equipe. "LoL é um jogo jogado muito em time, é uma pessoa puxando a outra. Eu acredito que tudo que aconteceu no primeiro jogo foi porque todo mundo jogou mal. Nós claramente não tivemos uma performance como time muito boa. Eu acredito que, quando um time joga bem, os cinco jogadores estão muito bem, é isso que temos de dar valor".

Um dos treinadores do Keyd, Thiago "Djokovic" Maia fez questão de exaltar ziriguidun ao ser perguntado sobre como trabalhar com o jogador em meio a uma má fase. "Eu confio muito no zirigui, independente do resultado de hoje [domingo], porque, se você olha o resultado de um dia, está perdendo o trabalho de um ano. E, nesse um ano, o zirigui já me mostrou, principalmente na primeira etapa, em uma atuação brilhante na Semifinal, que consegue dar a volta por cima. Apesar de atuações ruins, pode ter atuações fantásticas. Eu acredito nele e por isso eu sei que ótimos jogadores tem fases".

juzinho-abraca-esa-keyd-cblol-2017-2o-split-riot-games
Com esA (dir.), Keyd venceu segunda partida e empatou série (Foto: Riot Games)

Divisor de águas

Para os membros do Keyd, o confronto contra o ProGaming era um "divisor de águas". Se a equipe vencesse, estaria mais perto da classificação para as Semifinais. Se perdesse, ficaria perto da zona de rebaixamento. Mas o empate, segundo Revolta, ficou de bom tamanho. "Eu acredito que os dois times mereceram a vitória que tiveram. A ProGaming é uma equipe que vem surpreendendo todo mundo e no segundo jogo nós demonstramos muitas falhas deles que não haviam sido mostradas antes".

Para Djokovic, o empate mostrou que o Keyd "tem condições de brigar pela ponta da tabela". "Nós tivemos um bom começo, sim, contra dois times que estão na lanterna, mas ainda assim foram duas vitórias em três confrontos. Nós mostramos que temos condições de enfrentar esses times, principalmente times como a ProGaming, que é agressiva desde o início".

Ele acredita que a campanha deste Split é parecida com a do anterior, quando a equipe começou mal e só engrenou no fim da Fase de Classificação, passando para as Semifinais e chegando à decisão, perdida para o RED Canids. Desta vez, o maior desafio, de acordo com o técnico, é "acertar a função de cada jogador". "É algo que demora, é um trabalho muito mais específico e nós estamos começando a entender isso com esse novo conjunto, em que não são mais cinco peças, são oito. Trabalhar com essas oito peças e achar o encaixe perfeito é um pouco mais trabalhoso. Depende de meta e de adversário. Estamos começando a nos conhecer melhor para encaixar o time de forma melhor".

Clique aqui para ver a cobertura completa do 2º Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2017


Veja também:


Tags: League of legends, Keyd Stars, djokovic, esA, ziriguidun, cblol 2017 2o split