Siga o MyCNB  


  • Menu
  • Notícias
  • CBLoL passa a permitir até duas trocas de treinador por Split

CBLoL passa a permitir até duas trocas de treinador por Split

A Riot Games Brasil anunciou uma alteração no regulamento do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) e passou a permitir mudanças de treinadores sem aplicação de multa em dinheiro.

"A partir de hoje instituímos uma política que permite que cada equipe faça até duas alterações na posição de treinador por etapa, sem necessidade de justificativa", informou a desenvolvedora em comunicado, dizendo que a decisão foi tomada depois de feedbacks dos times, sem detalhalá-los.

Procurada pelo MyCNB, a Riot disse, por meio da assessoria de imprensa, que não poderia especificar quais eram os feedbacks por "questões estratégicas".

Há requisitos a serem seguidos: "Antes da substituição, o novo técnico deve ser inscrito, com a apresentação dos mesmos documentos que nos foram entregues para inscrever o técnico atual; podem ser inscritos até três técnicos por equipe, a qualquer momento da competição, sem penalidade; a substituição deve ser requisitada nas mesmas condições de trocas de jogadores, com ao menos 24 horas de antecedência para o início previsto da série", explicou a Riot.

Se por acaso uma equipe faça uma terceira mudança, esta será penalizada e haverá multa, que é a mesma para a inscrição de um novo jogador, que só pode ser feita até a 5ª Semana. O regulamento do CBLoL estipula multa de R$ 3 mil, multiplicada pelo número da rodada a ser iniciada. Por exemplo, se for inscrito antes da 4ª Semana, será R$ 3 mil x 4, totalizando R$ 12 mil.

abaxial-takeshi-2split2017-riotEquipes poderão trocar treinadores sem serem multadas em dinheiro (Foto: Riot Games)

Obrigatoriedade

O reconhecimento do treinador como parte do time começou no 1º Split de 2016. A partir daquela etapa, as equipes passaram a ser obrigadas a inscrever um profissional. Antes, ter coach era opcional.

O técnico inscrito no CBLoL é aquele que fica atrás dos jogadores durante a fase de picks e bans das partidas.

Multa

Desde a obrigatoriedade, só a KaBuM havia sido multada pela ausência de treinador. No 1º Split, a organização demitiu Vinicius "Neki" Ghilardi depois da polêmica do hostel.

Como a dispenas aconteceu depois da 5ª Semana, o clube não pôde inscrever um substituto e recebeu multa R$ 1 mil para cada jogo sem treinador. O time jogou duas séries, mais o confronto da Série de Promoção, no qual acabou derrotado por 3 a 2 para o ProGaming e-Sports.


Veja também:


Tags: League of legends, cblol, regulamento, cblol 2017 2o split