Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Vídeo: TACO fala sobre críticas, entrada de felps e orgulho do Nordeste

Vídeo: TACO fala sobre críticas, entrada de felps e orgulho do Nordeste

Epitácio "TACO" Pessoa foi contratado para atuar no time que hoje veste a camisa do SK Gaming e desempenhar uma função delicada. Para os companheiros, o cyber-atleta, como entry fragger, tem papel fundamental nas conquistas do time. Entretanto, a comunidade, muitas vezes, não perdoa o jogador. As críticas são frequentes, mas, agora, tornaram-se fáceis de lidar, de acordo com o jogador.

De férias no Brasil, TACO conversou com o MyCNB durante o Encontro das Lendas, realizado na arena MAX5, em São Paulo. Entre os assuntos, essa "avalanche" de críticas.

"Isso é uma coisa que eu passei a me acostumar", disse o cyber-atleta, não escondendo ter sido "muito difícil" encarar os comentários negativos da comunidade no começo da trajetória internacional. "Quando eu entrei [no Luminosity] era muito novo para mim, jogar campeonatos fora era novo e estar no melhor time do Brasil tinha um peso grande, então as críticas me abalaram muito. Hoje, com a experiência que consegui adquirir nos últimos tempos, todas as críticas eu uso para me motivar".

Veja também: FalleN fala sobre sucesso, falhas, treinador, League of Legends e política (clique aqui)
Veja também: Coldzera fala sobre sucesso, sonhos, pressão, doping e Neymar (clique aqui)
Leia também: Felps sobre início no SK: "Eu cheguei a perguntar se estava sendo um problema" (clique aqui)

Leia também: "Estou no auge do meu jogo, mas eu posso buscar mais", diz fer (clique aqui)

TACO exerce a função de entry fragger, ou seja, é o jogador responsável por entrar primeiro nos bombsites para ganhar espaço para o time. Ele pode nem sempre matar alguém, mas coleta informação que ajudam os companheiros a finalizar o round.

"Eu acho que todo time de CS na história, todos eles que chegaram no topo, que já ganharam major e outros torneios, todos têm aquele jogador que carrega o piano. É necessário para toda equipe ter um jogador assim, que faz o trabalho sujo", destacou.

Críticas à parte, TACO e os companheiros seguem no topo do ranking internacional. São dois majors no currículo e outros troféus conquistados, mas o jogador disse querer mais e tem um objetivo para o SK: "Ser o melhor time da história do CS:GO".

Na entrevista, TACO, que é nordestino, lembrou do início da carreira e da responsabilidade de representar não só o Brasil, como também sua região, além da campanha recente na Europa, da entrada de João "felps" Vasconcellos e mais. Confira: 

 


Veja também:


Tags: csgo, sk gaming, Counter-Strike Global Offensive, taco