Siga o MyCNB  

Relembre os 11 majors de CS:GO disputados até hoje

O Counter-Strike Global Offensive tem um calendário repleto de campeonatos internacionais. Desses, os majors são considerados os mais importantes, já que recebem apoio direto da Valve, empresa que desenvolve o jogo, e conta com premiações vultuosas.

Os majors começaram a ser realizados no fim de 2013 com objetivo de alavancar o cenário competitivo de CS:GO. Já foram 11 torneios do tipo desde então: nove na Europa e dois nos Estados Unidos. Cada um deles contou com a participação de 16 equipes, enquanto a premiação mudou com o passar do tempo: os sete primeiros tiveram prêmios totalizando US$ 250 mil, enquanto os quatro últimos, US$ 1 milhão.

Leia também: De injogável a recordista de vendas, CS Global Offensive completa cinco anos (clique aqui)
Leia também: Atualizações e apoio a torneios impulsionaram CS:GO, dizem personalidades (clique aqui)

Veja também: Confira vídeos de jogadas marcantes no CS Global Offensive (clique aqui)

Oito equipes já entraram para a história como campeões de majors. O fnatic, da Suécia, é o maior detentor de títulos, com três no total. Em seguida, vem a line-up brasileira comandada por Gabriel "FalleN” Toledo", que venceu duas edições, por duas organizações diferentes - Luminosity Gaming e SK Gaming.

No aniversário de cinco anos do CS:GO, relembre todos os vencedores dos majors:

DreamHack Winter 2013

Jönköping, na Suécia, recebeu o primeiro major de CS:GO da história, realizado na edição 2013 de um dos mais importantes eventos de e-sports do mundo, a DreamHack Winter, em novembro.

Um dos quatro times suecos participantes, o fnatic ficou com o título após derrotar, na Grande Final, os compatriotas do Ninjas in Pyjamas (NiP), que dominaram o cenário nos primórdios da modalidade. Do elenco atual, Robin "flusha" Rönnquist e Jesper "JW" Wecksell foram campeões daquele torneio.

fnatic
Jesper "JW" Wecksell
Robin "flusha" Rönnquist
Andreas "schneider" Lindberg
Joanatan "Devilwalk" Lundberg
Markus "pronax" Wallsten

fnatic-dreamhack-winter-2013-divulgacao-dreamhack
fnatic venceu o primeiro major de CS Global Offensive da história (Foto: DreamHack)

ESL Major Series One Katowice 2014

Promovido por uma das mais importantes organizadoras de eventos de e-sports da atualidade, a ESL, o ESL Major Series One Katowice foi o segundo campeonato a receber apoio da Valve. O torneio aconteceu em março de 2014, em Katowice, na Polônia.

Atuando em casa, os poloneses do Virtus.pro deixaram para trás a campanha ruim do primeiro major, no qual jogaram como Universal Soldiers, e conquistaram a competição após vitória sobre o vice da DreamHack Winter 2013, o sueco NiP. Os cinco cyber-atletas campeões continuam vestindo a camisa do clube.

Virtus.pro
Janusz "Snax" Pogorzelski
Wiktor "TaZ" Wojtas
Filip "NEO" Kubski
Jarosław "pasha" Jarząbkowski
Paweł "byali" Bieliński

virtus-pro-esl-major-series-campeao-divulgacao-esl
Poloneses do Virtus.pro foram vitoriosos em 2014 e mantêm line até hoje (Foto: ESL)

ESL One Cologne 2014

Depois de dois vice-campeonatos, o Ninjas in Pyjamas finalmente levantou o troféu de um major. O time venceu a ESL One Cologne 2014, e a conquista veio com um gosto especial, já que, na Grande Final, o clube derrotou o fnatic, time para o qual perdeu na decisão da DreamHack Winter 2013.

O major aconteceu em agosto de 2014, em Colônia, na Alemanha. A cidade alemã é a que mais sediou torneios do tipo - três no total, em 2014, 2015 e 2016. Patrik "f0rest" Lindberg, Christopher "GeT_RiGhT" Alesund e Richard "Xizt" Landström são os campeões que ainda continuam na organização.

Ninjas in Pyjamas (NiP)
Patrik "f0rest" Lindberg
Christopher "GeT_RiGhT" Alesund
Richard "Xizt" Landström
Adam "friberg" Friberg
Robin "Fifflaren" Johansson

fnatic-campeao-esl-one-cologne-2014-esl
Ninjas in Pyjamas conquistou título depois de dois vice-campeonatos (Foto: ESL)

DreamHack Winter 2014

A DreamHack Winter 2014 foi o terceiro major daquele ano e aconteceu novamente em novembro, na cidade de Jönköping, na Suécia.

Se no ano anterior o título havia ficado nas mãos de um time da casa, no torneio de 2014 uma equipe da França subiu ao lugar mais alto do pódio. Na Grande Final, o Team LDLC derrotou o NiP, que chegou ao terceiro vice em quatro decisões disputadas em sequência.

Na atual formação do Team LDLC não está presente nenhum jogador que conquistou o título naquele ano.

Team LDLC
Nathan "NBK" Schmitt
Richard "shox" Papillon
Fabien "kioShiMa" Fiey
Vincent "Happy" Cervoni
Edouard "SmithZz" Dubourdeaux

ldlc-campeao-dreamhack-winter-2014-dreamhack
Com uma line-up que não existe mais, LDLC venceu major de CS:GO (Foto: DreamHack)

ESL One Katowice 2015

Com um torneio diferente, Katowice, na Polônia, voltava a ser sede de uma competição apoiada pela Valve. Disputada em março, a ESL One Katowice 2015 foi o primeiro major a ter um time brasileiro como participante: o Keyd Stars, composto pela base do que hoje é o SK.

O quinto major da história foi o terceiro a ser decidido pelos suecos de fnatic e Ninjas in Pyjamas. Campeão da DreamHack Winter 2013, o time preto-e-laranja conquistou o segundo título. JW, flusha e Olof "olofmeister" Kajbjer, que nesta semana deixou o fnatic para acertar com o FaZe Clan, estavam presentes na conquista.

Já a line-up liderada liderada por FalleN terminou a competição na 5ª/8ª colocação, obtendo, assim, classificação direta para o major seguinte. Desde então, a equipe nunca mais deixou de participar desse tipo de torneio.

fnatic
Jesper "JW" Wecksell
Robin "flusha" Rönnquist
Freddy "KRiMZ" Johansson
Olof “olofmeister” Kajbjer
Markus "pronax" Wallsten

fnatic-esl-one-katowice-2015-esl
fnatic voltou a levantar o troféu na ESL One Katowice 2015, na Polônia (Foto: ESL)

ESL One Cologne 2015

Embalado pela conquista na Polônia, cinco meses antes, o fnatic venceu o terceiro título de major ao triunfar na ESL One Cologne 2015. Na Grande Final, a equipe derrotou o Team EnVyUs (França). JW e flusha são os integrantes da atual formação que venceram a competição.

Disputado em agosto, o torneio foi o segundo a ter como casa a cidade de Colônia, na Alemanha. Nele, FalleN e companhia, vestindo a camisa do Luminosity, novamente ficaram em 5º/8º lugar após caírem nas Quartas de Final.

fnatic
Jesper "JW" Wecksell
Robin "flusha" Rönnquist
Freddy "KRiMZ" Johansson
Olof "olofmeister" Kajbjer
Markus "pronax" Wallsten

fnatic-campeao-esl-one-cologne-2015-hltv-org
fnatic colocou seu nome na história ao conquistar o terceiro major, em Colônia (Foto: HLTV.org)

DreamHack Cluj-Napoca 2015

Pelo terceiro ano consecutivo, o major incumbido de fechar a temporada competitiva recebeu a chancela da DreamHack. Em 2015 foi a vez da DreamHack Cluj-Napoca, disputada do fim de outubro ao início novembro daquele ano, em Bucareste, na Romênia.

Vice-campeão no major anterior, o EnVyUs levantou o troféu ao derrotar, na Grande Final, o Natus Vincere (Ucrânia/Rússia). Na line-up estavam quatro membros campeões da DH Winter 2014: NBK, Happy, kioShima e kennyS. Da formação que venceu o torneio romeno, apenas Happy continua no clube.

Mais uma vez o Brasil esteve presente, com o Luminosity, e terminou mais uma vez na 5ª/8ª colocação.

Team EnVyUs
Vincent "Happy" Cervoni
Nathan "NBK" Schmitt
Fabien "kioShiMa" Fiey
Kenny "kennyS" Schrub
Dan "apEX" Madesclaire

envyus-dreamhack-cluj-napoca-2015-dreamhack
Franceses do Team EnVyUs foram campeões de torneio na Romênia (Foto: DreamHack)

MLG Columbus 2016

O ano de 2016 levou os torneios apoiados pela Valve para a América do Norte e marcou a ascensão do Brasil ao topo. Com a premiação aumentada de US$ 250 mil para US$ 1 milhão, o MLG Columbus 2016 aconteceu do fim de março ao início de abril na cidade de Columbus, nos Estados Unidos.

Atuando pelo Luminosity, a equipe liderada por FalleN conquistou a competição após vitória na Grande Final sobre o Natus Vincere. Dez anos antes, também com Lincoln "fnx" Lau na formação, o Made in Brazil (mibr) havia vencido a Electronic Sports World Cup (ESWC), em um título considerado mundial.

Luminosity Gaming
Gabriel "FalleN" Toledo
Fernando "fer" Alvarenga
Marcelo "coldzera" David
Lincoln "fnx" Lau
Epitácio "TACO" Pessoa

luminosity-lg-mlg-columbus-2016-hltv-org
Dez anos após título do mibr, Brasil voltou ao topo com o Luminosity, em 2016 (Foto: HLTV.org)

ESL One Cologne 2016

Em meio à polêmica troca de organização, a equipe brasileira comandada por FalleN venceu o segundo major de 2016. Defendendo o SK Gaming, o quinteto conquistou a ESL One Cologne 2016. Na Grande Final, o time bateu o Team Liquid (América do Norte), que tinha como técnico o brasileiro Luis "peacemaker" Tadeu.

Disputada em julho de 2016, a edição daquele ano do ESL One Cologne foi o terceiro campeonato apoiado pela Valve a ter como "casa" a cidade de Colônia, na Alemanha. O major foi o primeiro título de expressão do SK na era do CS:GO. A organização vinha num hiato de grandes conquistas desde 2011, quando venceu a ESWC.

SK Gaming
Gabriel "FalleN" Toledo
Fernando "fer" Alvarenga
Marcelo "coldzera" David
Lincoln "fnx" Lau
Epitácio "TACO" Pessoa

sk-bandeira-esl-one-cologne-2016-hltv-org
Brasileiros se transferiram para o SK Gaming e conquistaram o segundo major (Foto: HLTV.org)

ELEAGUE Major 2017

Disputado em janeiro deste ano, na cidade de Atlanta, nos Estados Unidos, o décimo major de CS:GO foi o primeiro a ter um confronto transmitido na televisão. Mais de 200 mil pessoas assistiram à Grande Final do ELEAGUE Major 2017 pelo canal a cabo norte-americano TBS.

Após domínio total do Brasil nos torneios do tipo, em 2016, uma equipe europeia voltou a levantar o troféu. O Astralis (Dinamarca) conquistou a competição com vitória sobre o Virtus.pro no duelo decisivo. Todos os jogadores que venceram o torneio continuam no clube.

Astralis
Nicolai "dev1ce" Reedtz
Peter "dupreeh" Rothmann
Andreas "Xyp9x" Højsleth
Markus "Kjaerbye" Kjærbye
Lukas "gla1ve" Rossander

astralis-posa-eleague-major-ealeague
Dinamarqueses do Astralis foram os campeões do major da ELEAGUE (Foto: ELEAGUE)

PGL Major 2017

Assim como a Alemanha, a Polônia é outro país que sediou três majors. O último, PGL Major, aconteceu em julho deste ano, em Cracóvia. O torneio foi o primeiro a ter duas equipes brasileiras como participantes: SK e Immortals.

Dominante do início ao fim. Foi assim a campanha do Gambit Esports (Cazaquistão), time que conquistou o torneio ao derrotar, na Grande Final, o Immortals, que havia chegado na decisão logo na primeira aparição da equipe em um major.

Gambit Esports
Mikhail "Dosia" Stolyarov
Rustem "mou" Telepov
Dauren "AdreN" Kystaubayev
Abay "HObbit" Khassenov
Daniil "Zeus" Teslenko

gambit-comemora-titulo-pgl-major-2017-pgl
Equipe do Cazaquistão comemorou muito a vitória no PGL Major 2017 (Foto: PGL)


Veja também:


Tags: csgo, Counter-Strike Global Offensive, csgo5anos