Siga o MyCNB  


  • Menu
  • Notícias
  • Com vaga no Circuito Desafiante, Flamengo apresenta divisão de e-sports

Com vaga no Circuito Desafiante, Flamengo apresenta divisão de e-sports

A jornada do Flamengo rumo a elite do League of Legends nacional começará pelo Circuito Desafiante. Na apresentação da divisão de e-sport do clube, nesta sexta-feira (6), o vice-presidente de marketing rubro-negro, Daniel Orlean, revelou que a agremiação está negociando a vaga no torneio da 2ª divisão brasileira com o Merciless Gaming

Foram quatro meses de espera. O Flamengo eSports foi lançado em evento realizado na Promo Arena, no Rio de Janeiro, com a presença da imprensa e transmissão pela internet. O ingresso do clube no e-sport começou a ser desenhado em junho, quando o departamento de marketing elaborou e enviou um relatório aos conselhos administrativo e deliberativo. A aprovação, por unanimidade, veio no mês seguinte.

De acordo com o vice-presidente de marketing, o Flamengo e o Merciless já fecharam acordo, mas estão à espera da homologação da Riot Games para que o anúncio seja feito. Em matéria publicada na quinta-feira (5), o SporTV afirmou que o rubro-negro carioca fez duas propostas, uma delas rejeitada, e que a oferta supera R$ 150 mil. A promessa é apresentar "nomes de peso" em novembro.


VP de marketing participou da apresentação na Promo Arena (Foto: SporTV/Matheus Tibúrcio)

Em comunicado, o vice-presidente de marketing disse que o objetivo do clube com o e-sport é "expandir a área de atuação de forma alinhada às tendencias de mercado, principalmente para os jovens". Segundo o executivo, o clube quer "conquistar um público já cativo do Flamengo no futebol e nos outros esportes, mas carente de Flamengo em uma de suas paixões, os jogos eletrônicos".

Daniel disse ainda que o Flamengo quer "conquistar públicos que hoje não são do Flamengo, mas podem vir a ser, principalmente por encontrarem, nos jogos eletrônicos, elementos de ligação com amigos e familiares". Outro "pilar do projeto", segundo ele, é a "internacionalização da marca".

Seletiva

O Flamengo realizará uma "peneira" para formar dois times de League of Legends. A seleção será lançada no dia 10 deste mês. Para as vagas destinadas a equipe principal, serão aceitas inscrições de jogadores a partir de 17 anos que estão entre os elos Platina V e Desafiante, enquanto, para o "time B", os interessados devem ter, no mínimo, 14 anos e ser, no máximo, Ouro I. Cada formação terá cinco integrantes.

O vice-presidente afirmou que a equipe de LoL terá o "DNA" do Flamengo, que "é conhecido por grandes nomes e pela formação de atletas". O dirigente revelou que o clube "vai trazer gente de peso, mas que quer construir uma história no esporte eletrônico e aprender junto".

Diferente das outras equipes, o Flamengo eSport terá um gaming office, isto é, um centro de treinamento que não serve de moradia. Segundo o executivo, o clube acredita "que é necessário separar a vida do treinamento pesado". O local onde ficará o CT não foi revelado.

A agência de marketing focada em e-sports Cursor eSports é a empresa que está ajudando o Flamengo no projeto. Em abril, a companhia anunciou que passaria a receber investimento da empresa de Marc Lemann, filho de Jorge Paulo Lemann, o homem mais rico do Brasil. Ela também é parceira do Goiás na entrada do clube de futebol do Centro-Oeste para os esportes eletrônicos.

 


Veja também:


Tags: League of legends, Circuito Desafiante, flamengo e-sports