Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • “Tem que ser homem e enfrentar”, Loop comenta futuro do paiN

“Tem que ser homem e enfrentar”, Loop comenta futuro do paiN

Algo pouco imaginado aconteceu neste domingo (11), no Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL), o paiN Gaming, equipe de maior tradição no cenário nacional, foi rebaixado para o Circuito Desafiante, ao perder para o RED Canids Corinthians. Após vitória do Team One no sábado (10), o time de Caio “Loop” Almeida precisaria vencer a Matilha para ter uma chance de se manter na elite na Série de Promoção.


Loop poderá jogar seu primeiro Desafiante na carreira (Foto: Riot Games)

Em entrevista ao MyCNB, o Support e Capitão do paiN quis, primeiramente, agradecer o apoio da torcida: “Mesmo no momento complicado, a gente recebia mensagens de apoio e de confiança. Então só tenho a agradecer mesmo. Eu poderia pedir perdão pela derrota, mas isso não mudaria nada.”

Quando perguntado sobre jogar pela primeira vez o Desafiante, Loop foi tranquilo: “É uma consequência dos meus atos, estar nessa situação. Você tem que ser homem e ser uma pessoa capaz de enfrentar as consequências das suas performances.”

Sobre o seu futuro no paiN Gaming e no LoL, o atleta afirma que o momento atual é difícil para tomar uma decisão: “Eu não penso em nada, não dá para criar planos. Agora é um momento de reflexão, de pensar exatamente no que eu posso fazer no futuro, mas a princípio eu continuo tendo gosto pela minha profissão, e isso se mantém.” Sobre a organização, Loop afirma não ter nada de negativo a dizer, e que todos terão de reavaliar o que farão: “A situação mudou, nosso planejamento vai ter que mudar e assim, ver qual vai ser meu futuro como jogador, e da paiN como time e organização.”

Caso seja semelhante ao ano passado, o 2º split do Circuito Desafiante começará em junho, dando cerca de três meses para a equipe se reestruturar e buscar a volta ao CBLoL 2019.


Veja também:


Tags: pain gaming, Circuito Desafiante, loop, rebaixamento, cblol 2018