Siga o MyCNB  
  • Menu
  • Notícias
  • Vivo Keyd: A coroa da experiência em mais uma Final de CBLoL

Vivo Keyd: A coroa da experiência em mais uma Final de CBLoL

Neste sábado (7) será realizada a Grande Final do 1º Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) e mais uma vez teremos a line-up conhecida como “Exodia” na decisão. O vitorioso elenco jogou uma final em 2015, as duas de 2016 até sua separação, juntando-se novamente em 2018 e já disputando o título regional.


Exodia chega em sua quarta final juntos (Foto: Riot Games)

Formado por Felipe "Yang" Zhao (Top Laner), Gabriel "Revolta" Henud (Jungler), Gabriel "Tockers" Claumann (Mid Laner), Micael "micaO" Rodrigues (AD Carry) e Luan "Jockster" Cardoso (Support), o quinteto está invicto em Finais, com três títulos e jamais ter amargurado um vice.

O atirador dos guerreiros, Micao, após a vitória que garantiu o time na disputa contra o KaBuM! afirma que escutou muito perguntarem se não cansava chegar em tantas finais, e ele foi direto em sua resposta: “Não, não cansa. Cada Final é um desafio novo pra gente, é uma história nova e uma emoção totalmente nova. Ano passado eu não cheguei em nenhuma, nem fui a um campeonato internacional, então é como se fosse a primeira vez.”

Para Revolta, que foi considerado um dos grandes pilares do time em 2016, a experiência do grupo, que já disputou o extinto Wildcard e até Mundial, será favorável mas não determinante para o Vivo Keyd na série decisiva: “É algo que colabora, que irá jogar a nosso favor, mas não acho que será isso que vai fazer a gente ganhar. Porque, por mais que seja algo que mostramos ao longo do campeonato, não acho que a gente vai poder se readaptar por conta disso.”

O caçador mencionou a “adaptabilidade” como chave da vitória contra o RED Canids, pela Fase 3 da Escalada, por isso ele mantém os pés no chão, porque como já havia dito Micao, cada Final é uma história nova.


2016 foi o ano mais vitorioso dos jogadores, com dois títulos e vaga no Mundial (Foto: Riot Games)

No fim de 2016, com a separação do Exodia do INTZ, Yang e Revolta foram para o então Keyd Stars, Tockers foi para o RED Canids enquanto que Micao e Jockster continuaram nos intrépidos. A Bot Lane chegou em duas semifinais, mas perdeu ambas. Os outros três disputaram a decisão do 1º Split de 2017, mas de lados opostos. Vitória da Matilha e de Tockers, que conquistava seu espaço ao Sol como um dos melhores de sua posição.

A dupla que foi para o Keyd amargou o vice e uma Série de Promoção na 2ª Etapa. No meio disso, os três finalistas disputaram o Rift Rivals contra os times da América Latina Sul e Norte (CLS e LLN). No formato da disputa, que usava duas equipes de cada região, o trio disputou mais uma Final e dessa vez foi campeão Continental.

Não se pode excluir o primeiro título do elenco, em 2015 contra o Keyd Stars em Florianópolis. Apesar de serem considerados “surpresas”, o quinteto já mostrou enorme entrosamento e coroou uma ótima campanha com o título.


Em 2015, a line-up derrotou o Keyd Stars em seu primeiro título do CBLoL (Foto: Riot Games)

Agora mais velhos, mais vitoriosos e mais experientes, o Exodia enfrenta algo semelhante ao seu passado neste sábado, às 13hs. Um time considerado surpresa, que fez uma campanha quase perfeita na Fase Regular, e chega com ares desconhecidos na decisão. O resultado mostrará o real vencedor entre Juventude e Experiência.


Veja também:


Tags: League of legends, kabum, cblol 2018, vivo keyd, final cblol 2018