Siga o MyCNB  

ESL Brasil lança projeto beneficente Go for Gaming

A ESL Brasil, juntamente com a eBrainz e Fishfire, anunciaram nesta quinta-feira (09) o projeto beneficente Go for Gaming, que busca acabar com o preconceito contra gamers, principalmente os praticantes de jogos de tiro, como FPSs e Battle Royales.


Simbolo da campanha é o "fist bump", tradicionalmente visto em torneios (Foto: Reprodução)

O projeto reunirá personalidades de diversos polos da indústria de games, como jogadores profissionais de eSports, influenciadores e gamers de todo o país, com a intenção de “trazer reconhecimento, informação e visibilidade ao setor”.

“O projeto é uma demonstração de todo o poder de mudança para o mundo de maneira benéfica que os games têm. Nós temos uma união tremenda que demonstramos em cada partida, e a ideia é mostrar essa união fora dos games e o como podemos fazer bem para outras pessoas. Não importa se é FPS, Battle Royale ou Moba, a comunidade é uma só e ela pode se unir por coisas maiores”, afirma Beto Vides, Fundador e Diretor Geral da agência eBrainz, em entrevista ao MyCNB.

Na prática, a ideia é também acabar com o preconceito que jogadores de FPS e Battle Royale sofrem. E para isso, a Go for Gaming contará com uma campanha beneficente, em parceria com o site de financiamento coletivo Kickante, para “ajudar quem precisa, e educar crianças e jovens”. As doações poderão ser feitas a partir de 17 de agosto, dia que também será marcado pelo anúncio de “todos os detalhes operacionais, como pessoas envolvidas, cotas de doação, bonificações para a comunidade, etc.”

Segundo Raiff Chaves, Sócio e Diretor de Operações da eBrainz, o preconceito contra gamers pode ser extremo: "Depois de avaliar muitas situações envolvendo jogadores, nós entendemos que existem preconceitos e que às vezes podem ser extremos. Além de causar desconforto, muitas vezes essa falta de informação impede a cultura gamer de alcançar mais pessoas, de atingir outros patamares e também de trazer benefícios”. Em vídeo de apresentação, algumas frases que gamers e praticantes se acostumaram a ouvir foram mostradas, como "eSport nunca será esporte" e "garotas não são gamers."

Outra data anunciada foi dia 22 de dezembro, quando será realizado em evento presencial em São Paulo, que encerra a primeira edição do Go for Gaming. Esta cerimônia será aberta também ao público, por meio de vendas de ingressos e contará com atividades relacionadas a jogos FPS e Battle Royale.

 


Veja também:


Tags: esl brasil, ebrainz, fishfire, Go4Gaming